Lixo despejado em estrada rural de Jacundá é alvo de críticas em redes sociais

O motorista de um caminhão coletor que apresentou pane resolveu se desfazer da carga no meio da via que leva ao lixão. Outros, vendo o "belo exemplo", fizeram o mesmo
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais em Jacundá foi o despejo de toneladas de lixo às margens da Estrada do Lago. A Prefeitura Municipal informou que um caminhão coletor de lixo apresentou problema técnico e o motorista despejou o conteúdo antes de chegar ao lixão da cidade. Após a retirada do lixo, um veículo de um supermercado foi flagrado despejando lixo no mesmo local. É aquela história: um limpa outro suja e quem padece é a população.

Tudo teve início quando um caminhão coletor de lixo da Prefeitura de Jacundá apresentou problema mecânico no sábado (11) e o condutor adotou uma medida drástica ao despejar o lixo na margem da Estrada do Lago, o que causou obstrução de parte da pista. Em seguida o condutor de um veículo particular, baseado no “exemplo”, também despejou o lixo no local.

As imagens ganharam as redes sociais na segunda-feira (13), onde os vídeos mostram a situação da pista. Nas imagens aparece o caminhão da prefeitura desejando o conteúdo na beira da pista. Catadores de resíduos sólidos também aparecem no local. Segundo apurou a Reportagem, o caminhão apresentou uma falha mecânica que impediu seguir ao seu destino final, o lixão da cidade, para despejar o conteúdo. Neste caso, o responsável pelo veículo jogou o lixo na lateral da pista, a cerca de 5 quilômetros da região central, sem o consentimento do encarregado do setor de limpeza pública.

Ouvido pela Reportagem, o secretário João Mendonça explicou que a atitude do colaborador não condiz com as diretrizes da Secretaria de Obras e Infraestrutura e que a pista será limpa o mais breve possível. “Lamentamos profundamente o ocorrido, que não é um procedimento adotado pela Secretaria de Obras e Infraestrutura. E já providenciamos a limpeza do local”, reforçou.

Na manhã de terça-feira (14), enquanto a equipe da Secretaria de Obras e Infraestrutura realizava a limpeza da pista e recolhia o lixo, um caminhão de um supermercado estacionou o local e despejou mais lixo. O valor da multa varia entre R$ 26,76 e R$ 267,60 para quem deixar lixo espalhado em vias

públicas. Isso consta na lei municipal 2.319/01 – 2001/ Art. 30. Consultada, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (Sematur) disse que o proprietário do estabelecimento comercial foi notificado e que o local lixo foi despejado em local impróprio. Em relação à PMJ, o responsável foi advertido.

Em relação a entulho de construção, lixo doméstico de maior volume e cortes de árvores, a Sematur informa que o cidadão deverá entrar em contato com o responsável pela coleta. As

sucatas também têm uma pessoa específica para recolhê-las.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados