Lixo despejado em estrada rural de Jacundá é alvo de críticas em redes sociais

O motorista de um caminhão coletor que apresentou pane resolveu se desfazer da carga no meio da via que leva ao lixão. Outros, vendo o "belo exemplo", fizeram o mesmo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais em Jacundá foi o despejo de toneladas de lixo às margens da Estrada do Lago. A Prefeitura Municipal informou que um caminhão coletor de lixo apresentou problema técnico e o motorista despejou o conteúdo antes de chegar ao lixão da cidade. Após a retirada do lixo, um veículo de um supermercado foi flagrado despejando lixo no mesmo local. É aquela história: um limpa outro suja e quem padece é a população.

Tudo teve início quando um caminhão coletor de lixo da Prefeitura de Jacundá apresentou problema mecânico no sábado (11) e o condutor adotou uma medida drástica ao despejar o lixo na margem da Estrada do Lago, o que causou obstrução de parte da pista. Em seguida o condutor de um veículo particular, baseado no “exemplo”, também despejou o lixo no local.

As imagens ganharam as redes sociais na segunda-feira (13), onde os vídeos mostram a situação da pista. Nas imagens aparece o caminhão da prefeitura desejando o conteúdo na beira da pista. Catadores de resíduos sólidos também aparecem no local. Segundo apurou a Reportagem, o caminhão apresentou uma falha mecânica que impediu seguir ao seu destino final, o lixão da cidade, para despejar o conteúdo. Neste caso, o responsável pelo veículo jogou o lixo na lateral da pista, a cerca de 5 quilômetros da região central, sem o consentimento do encarregado do setor de limpeza pública.

Ouvido pela Reportagem, o secretário João Mendonça explicou que a atitude do colaborador não condiz com as diretrizes da Secretaria de Obras e Infraestrutura e que a pista será limpa o mais breve possível. “Lamentamos profundamente o ocorrido, que não é um procedimento adotado pela Secretaria de Obras e Infraestrutura. E já providenciamos a limpeza do local”, reforçou.

Na manhã de terça-feira (14), enquanto a equipe da Secretaria de Obras e Infraestrutura realizava a limpeza da pista e recolhia o lixo, um caminhão de um supermercado estacionou o local e despejou mais lixo. O valor da multa varia entre R$ 26,76 e R$ 267,60 para quem deixar lixo espalhado em vias

públicas. Isso consta na lei municipal 2.319/01 – 2001/ Art. 30. Consultada, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (Sematur) disse que o proprietário do estabelecimento comercial foi notificado e que o local lixo foi despejado em local impróprio. Em relação à PMJ, o responsável foi advertido.

Em relação a entulho de construção, lixo doméstico de maior volume e cortes de árvores, a Sematur informa que o cidadão deverá entrar em contato com o responsável pela coleta. As

sucatas também têm uma pessoa específica para recolhê-las.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados