LEI SECA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Nas três primeiras semanas deste mês de julho, a Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Marabá já autuou 20 pessoas que foram flagradas no teste do bafômetro, que indicou uso de álcool. As autuações aconteceram depois de a Lei Seca (lei federal nº 11.705) entrar em vigor, em 20 de junho.
Segundo o inspetor Jair Barata, na área de jurisprudência da PRF de Marabá durante o mês de junho passado não foi registrado nenhuma morte ou ferido. No mês de junho, até ontem, por volta de 17 horas, nenhuma vítima fatal, embora o fluxo de veículos nesse período seja maior pelas estradas federais para deslocamentos de um estado para o outro, em função das férias escolares. Só no mês de julho, nove condutores foram autuados e conduzidos para a Delegacia, porque o teor alcoólico verificado através do bafômetro era alto. “Graças a Deus o número de acidentes diminuiu.
Claro que ainda está cedo para atribuir somente à nova lei”, pondera Barata. Ele reconhece que faltam patrulheiros para monitorar o uso de bebida por condutores nas principais estradas federais da região, e crê que na área urbana de Marabá, será preciso realizar um trabalho conjunto entre vários órgãos que regulam o setor, como DMTU, Polícia Militar e Delegacia de Polícia Civil.
Em Parauapebas o Detran e o DMTT aguardam a chegada do equipamento para medir o teor alcoólico para começar uma forte campanha no município.
Publicidade

Posts relacionados