Juíza entrega diploma a prefeito, vice e vereadores de Eldorado do Carajás

Depois de realizar cerimônia na manhã de ontem (sexta-feira) no cartório da 58ª Zona Eleitoral para entrega de diplomas aos vereadores, prefeito e vice de Curionópolis, à tarde a juíza …

Depois de realizar cerimônia na manhã de ontem (sexta-feira) no cartório da 58ª Zona Eleitoral para entrega de diplomas aos vereadores, prefeito e vice de Curionópolis, à tarde a juíza eleitoral Eline Salgado Vieira repetiu o ato oficial no mesmo local, desta vez para diplomar o prefeito Divino Alves Campos (PPS), conhecido por “Divino do Posto”, seu vice Francis Lopes de Souza e os treze vereadores eleitos nas eleições deste ano em Eldorado do Carajás.

Como sempre faz em solenidades desta natureza, antes de convidar os até então candidatos eleitos a receberem o diploma, a magistrada comentou sobre a responsabilidade que prefeito, vice e vereadores passariam a assumir a partir de 1º de janeiro, trabalhando em prol de toda população de Eldorado do Carajás.

Dando prosseguimento à sessão solene, primeiramente Eline Salgado chamou para receber o diploma os vereadores, seguindo a seguinte ordem: Luís Lima (PT), Valmir do Gravatá (PP), Prof. Jocélio (PT), Ricardo do Posto (PRB), Zé Almeida (PSB), Tota (DEM), Luciano do Real (PDT), Cidio Diniz (PRB), Jaimão da 17 de Abril (PPS), Simone do Boa Vista (PRP), Renatinha (PDT), Linguiça (PRP) e Nego da Loja (PMDB).

Em seguida, a juiz convidou o vice Francis Lopes de Souza e o prefeito “Divino do Posto” e entregou aos mesmos os respectivos diplomas de candidatos eleitos.

À medida que os diplomas iam sendo entregue aos eleitos, a juíza Eline Salgado Vieira desejava sucesso ao beneficiado nos próximos quatro anos, enfatizando que a oposição praticasse política com responsabilidade e orientando que a situação procurasse atender aos apelos da oposição.

À reportagem, “Divino do Posto” explanou que no dia 1º de janeiro vai assumir a administração pública do município de Eldorado com um grande desafio pela frente, que é buscar alternativa de emprego e renda para cerca de 50% da massa trabalhadora da cidade, uma vez que esse pessoal acaba de perder o emprego, em virtude do fechamento de duas grandes empresas no município, entre estas um frigorífico.

“Diferentemente de municípios mineradores como Marabá, Curionópolis, Parauapebas e Canaã dos Carajás, que são beneficiados com os royalties oriundos dos minérios, Eldorado do Carajás não conta com esta compensação, e por isso temos que buscar alternativas para fazer com que o município cresça junto com seus habitantes”, declarou o prefeito eleito.

Reportagem e foto: Ronaldo Modesto; redação: Waldyr Silva

Deixe seu comentário