Jader pede inclusão do derrocamento do Pedral do Lourenço no programa de concessões

O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) afirmou que o programa de investimentos em logística, lançado pelo governo federal,  é essencial para dar otimismo ao brasileiro. Lançado esta semana, o programa prevê …

JaderO senador Jader Barbalho (PMDB-PA) afirmou que o programa de investimentos em logística, lançado pelo governo federal,  é essencial para dar otimismo ao brasileiro. Lançado esta semana, o programa prevê investimentos de quase R$ 200 bilhões em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, por meio do regime de concessões.

Jader Barbalho disse que duas obras são de interesse do seu estado, o Pará: a extensão da ferrovia Norte-Sul  até o porto paraense de Vila do Conde, em Barcarena, e a pavimentação da BR-163. Ele lamentou que outro projeto vital ao estado tenha ficado de fora do programa de concessões: o derrocamento do Pedral do Lourenço.

Com o derrocamento, serão retiradas pedras que hoje impedem a navegação no Rio Tocantins durante todo o ano. Jader Barbalho lembrou que a obra foi prometida pelo governo Lula e, em outras ocasiões, pela presidente Dilma Rousseff. Por isso, pediu a inclusão do derrocamento do Pedral no programa de investimentos em logística.

“O derrocamento do Pedral do Lourenço não é uma ação isolada de  interesse exclusivo do Pará. Ele é o elo inicial de uma ampla cadeia logística, que se completará com a concretização da hidrovia de Tocantins, a operacionalização plena  das eclusas de Tucuruí, a construção do porto multimodal do Marabá e a ampliação do porto público de Vila do Conde, já hoje a principal porta de saída do Brasil pela Região Norte para o mercado da América do Norte e da Europa. A não viabilização dessa estrutura básica de transporte significará a condenação do Pará à condição de eterno exportador de matéria prima” – afirmou o senador.

Fonte: Agência Senado

Um comentário em “Jader pede inclusão do derrocamento do Pedral do Lourenço no programa de concessões

  1. Molotov Responder

    Duvido,esse enganador não tem força política para reivindicar nada dessa monta.
    ta só fazendo barulho em benefício próprio e do filhinho dele,é mais um jogo de cena para paraense ver,pode enganar outro, a mim,não.
    eterno líder regional,malfeitor paraense lutando para passar o “bastão”para sua cria,pessoas que escolheram a política como meio de vida,profissionais das mazelas paraenses,”coronéis” de meia pataca,sempre sonharam implantar a dinastia barbalho em nosso estado…carajás já.

Deixe seu comentário