Jacaré fica preso no trilho da ferrovia Carajás-São Luiz

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Ulisses Pompeu, no CT on Line informa que um jacaré de aproximadamente 1,5 metro foi encontrado por José Carlos Silva e seu filho de 12 anos em um local nada comum. O animal estava vivo e preso no trilho da Estrada de Ferro Carajás, no Km 729. Pai e filho encontraram uma equipe de Reportagem do CORREIO DO TOCANTINS e avisou o fato por volta de 11h30 da manhã de ontem, quarta-feira, 2.

Ao constatar a veracidade do fato, a equipe acionou dois funcionários da empresa Odebrecht, que presta serviços para a mineradora Vale na duplicação da ferrovia. Eles acionaram imediatamente uma equipe de meio ambiente da empresa, a qual pediu para entrar em contato com o Corpo de Bombeiros.

O repórter Ulisses Pompeu ligou para o 190, da Polícia Militar, e uma funcionária se comprometeu em avisar ao Corpo de Bombeiros para enviar uma equipe para resgatar o animal. Ontem, por volta de 21 horas, não havia informação sobre a retirada do animal ou não com vida e segurança.

Algumas pessoas que apareceram no local já falavam em matar o jacaré para tirar o coro para vender e comer a carne no “trisca”. O réptil provavelmente saiu da lagoa que fica ali ao lado por ocasião da forte chuva da noite anterior e acabou ficando preso no trilho do trem. Com respiração ofegante, ele parecia estar cansado e a pele estava ressecada, em função do sol quente.

Relacionados