Hospital Regional do Sudeste comemora 10 anos hoje com obras de ampliação paralisadas há dois

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

Hoje, quarta-feira, dia 19, o Hospital Regional Público do Sudeste Dr. Geraldo Veloso comemora 10 anos de criação. Ontem, terça-feira, 18, uma cerimônia que contou com participação do secretário de Estado de Saúde Pública, Victor Mateus, e do staff da Organização Social (OS) Pró Saúde marcou a primeira década de atuação do HRPS. O evento reuniu também servidores, representantes religiosos, vereadores e prefeitos eleitos da região.

hr-2

Em seu discurso, o secretário de Estado elogiou a equipe técnica do HR e disse que a experiência com as OS têm sido bastante proveitosas para o governo do Estado, tanto pela qualidade do atendimento, quanto pela satisfação da comunidade.

Por outro lado, reconheceu que o Estado está em débito com a região em relação às obras de ampliação para implantação do serviço de hemodiálise, hemodinâmica, 30 novos leitos de UTI e um centro de estudo e pesquisa, que foram iniciadas em 2013 e deveriam ter sido concluídas em 2014, mas estão paralisadas há cerca de dois anos.

Victor Mateus alegou que houve problemas com a empresa que havia ganhado a licitação e iniciado as obras e avisou que uma nova licitação deverá ser feita nos próximos meses. Segundo ele, a previsão de conclusão e inauguração está prevista para o final de 2017 ou início de 2018.

O secretário de Estado destacou que a rede de hospitais regionais do Estado tem contribuído para melhoria dos serviços de saúde da comunidade e disse que, atualmente, é uma rede que embora precise estar se aprimorando, tem alcançado altos índices de satisfação da comunidade.

Bastante emocionado em seu discurso, o atual diretor geral do HR, Valdemir Girato, enalteceu o comprometimento dos colaboradores do hospital e reconheceu que os serviços especializados de média e alta complexidade que o HRSP oferece à população desta região salvam milhares de vida.

hr-1

Em 2012 o governo do Estado iniciou a ampliação do Hospital Regional com a promessa de construir alas direcionadas a serviço de hemodiálise, serviço de hemodinâmica, serviço de nutrição e dietética, 30 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, centro de estudo e pesquisa, farmácia, área administrativa, refeitório, lavanderia, além da ampliação do bloco cirúrgico e do pronto atendimento, incluindo a adequação da obstetrícia, com a criação de 15 novos leitos para partos de alto risco. A obra, orçada em aproximadamente 20 milhões de reais, possui 1.320 metros quadrados de área construída e deveria ter sido inaugurada em 2014.

Segundo a direção do HR, em uma década, o hospital realizou mais de 2.700.000 atendimentos, entre internações, cirurgias, consultas, exames e sessões de reabilitação especializada.

Pertencente ao Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, o Hospital Regional de Marabá possui 115 leitos, dos quais 77 são de unidades de internação clínica e cirúrgica e 38 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) – 20 de UTI Adulto, nove de UTI Pediátrica e nove de UTI Neonatal. O foco do atendimento é nas especialidades de neurocirurgia, traumatologia, ortopedia e cirurgia geral. O índice de satisfação do usuário, nesses anos, é de 94%.

Publicidade