Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Grevistas fecham o coração financeiro da Prefeitura de Marabá

Por Ulisses Pompeu – de Marabá

Servidores interditam secretarias municipal em MarabáServidores da Prefeitura de Marabá que estão em greve há uma semana por falta de pagamento de salário do mês de novembro e mais o atraso de cinco meses do vale-alimentação, fecharam na manhã de hoje, quinta-feira, dia 20, as secretarias de Finanças e a de Gestão Fazendária, consideradas o  coração financeiro da prefeitura.

Os servidores chegaram cedo à Secretaria de Finanças para evitar que o gestor municipal, Maurino Magalhães de Lima, continuasse pagando fornecedores em detrimento ao salários atrasados. Por volta de 8h30, eles lacraram o portão de entrada da Finanças e ninguém entrava, apenas saía. Meia hora depois, eles perceberam que algumas pessoas tinham acesso à Secretaria de Finanças pelo prédio ao lado, da Secretaria de Gestão Fazendária, que também foi fechado.

Os grevistas chegaram a discutir com o comandante da Guarda Municipal de Marabá, coronel da reserva da PM Gilmar Marques, que tentou negociar com os grevistas a desobstruírem a entrada das duas secretarias, mas não houve acordo e ele saiu do local sob vaias.

Veja também:  Greve continua na rede municipal de Jacundá contra Processo Seletivo

Comandante da Guarda Municipal tenta, em vão, retirar manifestantes da entrada da Secretaria de FinançasRaimundo Gomes, diretor do Sintesp (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Pará), subsede de Marabá, explica que o motivo do fechamento da Secretaria de Finanças é para que o repasse federal que cai na conta do município a cada dia 20 seja usado para pagamento dos servidores e não aos fornecedores, como tem preferido o gestor nas últimas semanas.

A reportagem do blog em Marabá tentou falar com a secretária municipal de Finanças, Meire Inácia, mas ela estava trancada no prédio da Secretaria e não recebia ninguém. Na Assessoria de Comunicação da Prefeitura ninguém atende às ligações telefônicas.

Comentários ( 3 )

  1. apoio totalmente os conpanheiros,pois se não for assim, ninguém consegue nada,nós funcionarios publico,somos esquecidos pela gestão municipal, enquanto não recebemos nossos salários,a poupaça dos secretários so engordam pois eles recebem todo mês direitinho,e nós so conta pra pagar….. voce sabe se vai sair hoje o 13º da educação…..

  2. Sinceramente nunca esperava ver esse tipo de coisa, o prefeito faz da Lei Orgânica do Município de Marabá um papel higiênico, ninguém toma providência:

    Parágrafo único. O pagamento dos vencimentos aos servidores será efetuado, no máximo, até o dia dez do mês subseqüente, com antecipação desta data se coincidir com feriado ou final de semana.

    O cara vai aos órgãos de imprensa e assume que não vai pagar porque a PMM não tem dinheiro, isso não seria uma prova cabal de descumprimento? Então porque ninguém faz nada? Cadê as autoridades deste município?
    Esse prefeito sem escrúpulos não gosta que diga que o governo dele foi um desastre, insiste que é um excelente administrador,agora a cidade está vivendo o pior cenário político-administrativo de todos os tempos, então surge a dúvida: ele é ladrão ou incompetente? Fica a pergunta no ar, mas um dos dois ele é com certeza.
    Os servidores públicos estão no fundo do poço,suas festas serão as piores,muitos passarão fome, a grande maioria terão que se contentar com os olhares pedintes de seus filhos por um presente,pois o filho do vizinho ganhou, como explicarão isso, não adianta explicar que é porque são servidores públicos, eles não entenderiam.
    Só espero que a Justiça acorde, esse senhor tem que pagar pelo que está fazendo, tem que ter uma punição adequada, pois não acho justo que o próximo prefeito pague pela incompetência ou roubo deste senhor que usa em vão o nome de Deus.
    O próximo prefeito se não tiver cuidado, estará com uma herança maldita nas mãos, precisa urgente fazer uma auditoria em todos os setores da PMM, pra começar do zero e punir esse senhor incompetente ou ladrão.
    Feliz Natal a todos!

Deixe uma resposta