Governo do Pará cadastra profissionais de comunicação para ministrar oficinas

Inscrições para edital de credenciamento são gratuitas e iniciaram nesta terça (20). São oferecidas oportunidades em 17 áreas de atuação.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Profissionais da área de comunicação que desejam ministrar as oficinas promovidas pela Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) já podem se cadastrar. A chamada para credenciamento foi publicada nesta terça-feira, 20, no Diário Oficial do Estado.

O cadastro não tem vínculo empregatício e busca formar um banco de dados com profissionais que sejam agentes e instrutores das mais diversas áreas de comunicação. A partir dele será possível selecionar facilitadores para atuar nas jornadas de oficinas de formação e iniciação técnica, cursos de qualificação para profissionais, palestras, mesas redondas e demais atividades da área de comunicação popular e comunitária, além de programações específicas relacionadas ao campo das humanidades e da comunicação.

As atividades são desenvolvidas pela Secom em vários formatos e parcerias, como o Programa Territórios pela Paz (TerPaz), e tem como principal objetivo a democratização ao acesso à informação e à comunicação popular.

As oficinas abrangem 17 áreas de atuação: audiovisual, educomunicação, comunicação comunitária, produção de texto, jornalismo, produção cultural, produção editorial, publicidade e propaganda, estudo de mídias, rádio e tv, multimídia, arte digital, design, grafite e arte urbana, fotografia, desenho e linguagem teatral.

Além de profissionais formados, o edital também contempla profissionais autodidatas e agentes de notório saber, que podem trabalhar, por exemplo, nas áreas de grafite e fotografia. “Essas pessoas que têm um conhecimento, uma experiência de vida, também têm a contribuir nas nossas formações. Por isso, o edital abre espaço para essas pessoas”, destaca Fábio Oliveira, diretor de Comunicação Popular e Comunitária da Secom.

Regras

Para se inscrever no credenciamento, é necessário ter mais de 18 anos, não possuir nenhum vínculo com a administração estadual e apresentar documentos que comprovem as habilidades nas quais estão se apresentando.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas durante o período de vigência do edital que é de 20/07/2021 até 31/12/2022. Os interessados podem efetuar a inscrição de três maneiras: via internet, presencial ou via postal. A orientação é para que os candidatos leiam todo o edital para depois efetuar a inscrição e enviar as cópias dos documentos solicitados. Os credenciados podem ou não ser chamados para participar como facilitadores das atividades promovidas pela Secom, de acordo com as demandas necessárias da Secretaria.

Usinas da Paz

O projeto é coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação e Cidadania (Seac) e executado em parceria com as empresas Vale e Hydro. As UsiPaz integram o programa estadual Territórios pela Paz (TerPaz) e são complexos voltados para a prevenção à violência, a inclusão social e o fortalecimento comunitário.

A previsão é que quatro usinas sejam inauguradas ainda este ano, nos territórios do Icuí, Cabanagem, Nova União e Parauapebas. As atividades da Secom, com a definição dos facilitadores inscritos no edital, ocorrerão nesses espaços a partir de setembro de 2021. “Nossa expectativa é muito grande, porque esses espaços contam com estruturas para diferentes tipos de atividades, diferentes públicos, jovens e adultos. A previsão é que tenhamos laboratórios de rádio e tv para a execução das oficinas”, completa o diretor da DCPC.

Serviço:

Edital de Credenciamento da Secom

De 20 de julho de 2021 até 31 de dezembro de 2022

Confira o edital

Informações: dcpc@secom.pa.gov.br