Garimpo de Serra Pelada sob nova direção

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Gesse Simão é o novo presidente eleito da Coomigasp. Dos 4.565 votantes o candidato da chapa “Ética e União do Povo garimpeiro recebeu 4.185 votos, enquanto João Lepos , o segundo colocado, obteve apenas 326 votos.

As doze urnas foram apuradas por voltas das 17 horas. Trinta minutos depois o resultado oficial já era conhecido.

“Foi uma vitória estrondosa e demonstra que a sociedade garimpeira deseja e apóia o projeto de desenvolvimento de Serra Pelada”, vibrou o novo presidente da cooperativa, Gesse Simão.

O Obama da Serra como começou a ser chamado pelos garimpeiros acompanhou os trabalhos de contabilização dos votos ao lado de dezenas de lideranças do movimento garimpeiro que comemoraram a grande votação do candidato.

O interventor Guilherme Ventura deu posse imediata ao novo presidente e a todo corpo diretivo da cooperativa. “Com a posse do novo presidente encerramos a nossa missão a que nos foi confiada pela desembargadora Maria Rita Xavier e pelo ministro de Minas e Energia Edison Lobão. Espero agora que o povo garimpeiro dê todo apoio ao presidente Gesse para que ele possa junto com a sua diretoria retomar o desenvolvimento mineral de Serra Pelada tão importante para a melhoria da qualidade de vida de todos”, disse Ventura.

O resultados das urnas revelam para o governo do Estado do Pará, e, principalmente, para o próprio Ministério de Minas e Energia, que os garimpeiros de Serra Pelada querem o desenvolvimento da mina e esperam dos dois governos, federal e estadual, ajude a consolidar a implantação do projeto.

Para as lideranças garimpeiras isso só será possível se realmente a presença do Estado através de suas instituições for um fato concreto. “Não precisa fazer avaliações profundas sobre o sucesso das eleições sem incidente para saber que isso só foi possível por conta da presença do Estado. O envolvimento de instituições como o Poder Judiciário, o governo do Estado através de suas forças de segurança , Ministério Publico, Ministério de Minas e Energia e entidades de classe como a OAB, Agasp Brasil, Freddigasp e Abasp , foram fator preponderante para que ocorresse um pleito limpo, democrático e seguro.
Na avaliação da Agasp Brasil o Fórum Social Mundial que ocorreu também neste domingo em Parauapebas, fez com que o governo de Ana Julia Carepa se cercasse de todas as garantias de não ser surpreendido com situação que pudesse ser questionadas por observadores nacionais e internacionais presentes no encontro social.

Um helicóptero da Força Nacional sobrevoando os céus da pequena Curionópolis não apenas serviu para inibir as nefastas ações dos grupelhos contrários a realização das eleições, mas, também, para encher de espanto os moradores da cidade que pela primeira vez enxergavam nas nuvens homens perdurados com suas metralhadoras expostas. A preocupação do governo sobre a situação de risco durante a realização das eleições da Coomigasp chegou pela insistência do coronel Guilherme Ventura ora junto a Secretaria de Segurança , ora junto ao Gabinete da Casa Civil da governadora.

Fonte: Agasp Brasil