Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Final de semana violento em Redenção

Polícia relata ter encontrado o corpo de uma mulher e a execução de um homem
Continua depois da publicidade

A violência cresce desenfreada no município de Redenção, localizado no extremo sul do estado. No início da tarde deste sábado (28), mais uma pessoa foi executada: a vítima trata-se de Celio Queiróz Correia, de 60 anos de idade, conhecido na região por Celio Boiadeiro.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima foi assassinada quando chegava à sua chácara, localizada na vicinal que dá acesso ao Paudarquinho, cerca de 5km do centro de Redenção.

Ainda segundo as autoridades, um veículo que não teve as características divulgada, ultrapassou o veículo de Celio e efetuou vários disparos de arma de fogo, que acertaram a sua cabeça. Ele chegou a ser socorrido e removido ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu ao dar entrada na unidade de saúde.

A Polícia Civil ainda não tem pistas dos assassinos, mas segue investigando para tentar descobrir as motivações do crime.

Mais cedo

Na manhã do sábado (28), o corpo de uma mulher identificada como Orlene Miranda de Sousa, 30 anos, foi encontrado em estado de putrefação às margens da PA-287, saída para Conceição do Araguaia.

Veja também:  Empresário é vítima de tentativa de homicídio em Redenção

O corpo foi localizado pela Polícia Militar a cerca de 7 km de Redenção, e, enquanto não havia sinais de luta corporal, a vítima foi encontrada seminua.

A Polícia Civil relata que a irmã de Orlene foi localizada e informou a equipe de investigadores que ela possuía problemas psicológicos, adquiridos após um parto. Devido à isto, a vítima foi presa, acusada de ter assassinado sua filha de cinco anos, ficando dois anos recolhida no Centro de Recupração de Redenção (CRR). Após sua saída, ela ficou internada em uma clínica psiquiátrica por cerca de sete anos.

O caso está sendo investigado pela Dra. Carolina, de Xinguara.

Deixe uma resposta