Exportações dos cinco meses de 2009 colocam Parauapebas em evidência nacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasil

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgou nesta quarta-feira (17/6) a balança comercial por unidades da federação e também a balança por municípios, no período janeiro-maio de 2009. No total, 2.149 municípios exportaram nesses cinco meses, totalizando US$ 55,483 bilhões em operações. No mesmo período do ano passado, esse valor havia sido de US$ 72,051 bilhões.

Região Norte

Os embarques internacionais da Região Norte totalizaram, nos cinco meses, US$ 3,910 bilhões, valor 14,6% menor que o verificado de janeiro a maio de 2008 (US$ 4,578 bilhões). O Pará foi o estado da região Norte que mais exportou (US$ 3,231 bilhões), em seguida, Amazonas ( US$ 316,9 milhões) e Rondônia (US$ 172,8 milhões).

Parauapebas

O município de Parauapebas foi o município que mais exportou em toda a Região Norte no período janeiro-maio de 2009, foram US$1.733.609.008 ( um bilhão, setecentos e trinta e três milhões, seiscentos e nove mil e oito dólares ) no período, sendo que somente em maio/2009 Parauapebas exportou US$ 269.223.325,00 (duzentos e sessenta e nove milhões, duzentos e vinte e três mil e trezentos e vinte e cinco dólares, valor 33,49% menor que o mês anterior.

Em termos comparativos com o estado do Pará, as exportações do município de Parauapebas nos cinco primeiros meses de 2009 representam 53,7% de total exportado pelo Pará, ou 44,4% de toda a exportação da região Norte, ou ainda 3,1% do total exportado pelo Brasil, fato que demonstra a importância de Parauapebas no cenário exportador do Pará e do Brasil, e que o coloca como um dos principais municípios do Brasil.

O saldo da balança comercial de Parauapebas nos cinco meses de 2009 totalizou US$1.655.644.103 (um bilhão seiscentos e cinquenta e cinco milhões, seiscentos e quarenta e quatro mil e cento e três dólares), maior que a grande maioria dos estados da federação.

Publicidade