Em Marabá, Unidades Básicas de Saúde realizaram mais de 100 mil consultas médicas em 2019

A totalidade de atendimentos em 2019 foi um quantitativo extremamente alto, com a realização de procedimentos como coleta de PCCU (exame preventivo do câncer de colo do útero), teste do pezinho entre outros.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Entre os meses de janeiro a dezembro de 2019, Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Marabá, incluindo as da zona rural, realizaram um total de 114.403 consultas médicas, efetuadas pela Atenção Básica de Saúde. A que apresenta a maior demanda é a UBS Jaime Pinto, localizada no Bairro Belo Horizonte, núcleo Cidade Nova. Os dados são do relatório quantitativo dos atendimentos e procedimentos realizados nas Unidades Básicas de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Mônica Borchart Nicolau, diretora da Atenção Básica de Saúde de Marabá (DAB), afirma que a totalidade de atendimentos em 2019 (mais de 100 mil) foi um quantitativo extremamente alto, com a realização de procedimentos como coleta de PCCU (exame preventivo do câncer de colo do útero), teste do pezinho entre outros. 

“Isso é extremamente memorável em termos de quantidade e o quanto de benefício a DAB tem para a população. Isso mostra também o quanto a Unidade Básica trabalha, proporcionando uma melhora da qualidade de vida da nossa população. Esse número é o que projetamos para cuidar da saúde de toda comunidade marabaense”, explicou Mônica Borchart.

O Centro de Saúde Jaime Pinto, que passa atualmente por reforma e ampliação, atendendo em outro endereço, contabilizou 12.126 consultas médicas em 2019, as consultas de enfermagem somaram 6.658, consultas ao hipertenso 2979, atendimento de crianças de 0 a 5 anos 3374, 11.627 pacientes imunizados, 2.178 visitas domiciliares, 5.630 consultas ao idoso, entre outros dados significativos para saúde da comunidade e de todo o entorno.

A dona de casa Miriam Ferreira Villar está fazendo o pré natal do quarto filho no posto, assim como os demais foram também feitos na UBS, está gostando da ampliação do local. . Ela, que fez os outros pré-natais na UBS, garante que agora está muito melhor. “Está tudo legal, funcionando direitinho. Com certeza ajuda muito a população”, comenta.

A Unidade Saúde da Família Emerson Caselli, que fica no Bairro Liberdade, foi a vice-campeã em atendimentos médicos. Na USF, 11.005 pessoas se consultaram com um clínico-geral durante o ano passado. Foram contadas 10.362 consultas de enfermagem, atendimentos odontológicos foram 2.957, 5.088 atendimentos para próteses e ainda 410 atendimentos de enfermagem para pré-natal. 

O 3º lugar em maior número de atendimentos médicos ficou com o Centro de Saúde Pedro Cavalcante, situado no Bairro Amapá. As consultas médicas no Pedro Cavalcante totalizaram 10.844, programa do Planejamento Familiar atendeu 90 famílias, 11.978 pacientes foram imunizados com algum tipo de vacina, atendimentos ao hipertenso foram 3.449 e atendimentos de crianças de 0 a 5 anos foram 504.

Acompanhe o quantitativo de consultas médicas de cada Unidade Básica de Saúde:

  1. Enfermeira Zezinha – 10.110
  2. Centro de Saúde Laranjeiras – 8.330
  3. Mariana Moraes – 8.138
  4. Hiroshi Matsuda – 7.555
  5. Centro de Saúde Carlos Barreto – 6.822
  6. Demósthenes Ayres Azevedo – 5.973
  7. Posto de Saúde Capistrano de Abreu – 5.950
  8. João Batista Bezerra – 5.343
  9. Amadeu Vivacqua – 5.068
  10. Maria Bico Doce – 3.628
  11. Jhonatas Moraes Cavalcante – 3.330
  12. José Manoel da Anunciação – 3.101
  13. Espírito Santo – 2.583
  14. José Djalma Azevedo – 2088
  15. Maria Bahia (Murumuru) – 1.083
  16. Antônio Arruda – 796 (Vila Itainópolis)
  17. Posto de Saúde Romário Barbosa (Vila União) 530

Texto e fotos: Secom/ PMM

Publicidade