Eclipse total de Superlua impressiona observadores em Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Na noite de ontem, 27, as atenções voltaram-se para o céu. O eclipse total de Superlua pôde ser visto de todo o Brasil e foi um verdadeiro espetáculo. Muitas famílias em Parauapebas reuniram-se para acompanhar o fenômeno e ficaram encantadas com o evento raro que só irá se repetir em 2033.

Superlua Anderson Souza Superlua Gerzania Superlua Herbert 2 Superlua Herbert

Esse tipo de eclipse aconteceu apenas cinco vezes em mais de 100 anos, o último foi em 1982. “Fiquei impressionada e achei muito legal acompanhar isso. Foi lindo. É um evento raríssimo, o último foi no ano em que eu nasci”, disse a analista Márcia da Silva, de 32 anos.

Da construção onde será sua nova casa, a estagiária de Direito, Gerzania Barroso, acompanhou o eclipse. “Minha sobrinha ficou sabendo desde sexta e tinha me chamado. Ela disse que 23h11, o eclipse estaria completo e nesse horário a sombra encobriu a lua direitinho”, lembrou.

O Supervisor de Controle de Qualidade Ferro e Manganês, Herbert Cordeiro, reuniu esposa e filhas e chegou a fazer um vídeo para guardar até o próximo eclipse dessa natureza. “Foi um momento compartilhado em família, um momento de olhar pra o futuro. Onde vamos estar no próximo? Estaremos bem? Todos juntos?”, refletiu.

Anderson Souza é fotógrafo profissional e, claro, não perdeu a oportunidade do registro. “Além de único, também tem a questão da beleza que o evento nos proporciona. Uma coisa é fotografar a lua cheia, com uma quantidade de luz considerável, outra é conseguir fotografar com essa mudança de luz. Pra conseguir equilibrar isso com uma câmera fotográfica, tem que ter bastante técnica. O grande desafio foi esse. Mas acredito que deu certo e espero poder repetir esse feito”, disse.

*As fotos, de Anderson Souza, foram produzidas para a FanPage da Agência de Notícias Conecta Carajás, que cedeu o uso para o blog.

Publicidade

Posts relacionados