Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Conheça a história do maratonista Edivani Felix, de Redenção

Ele corre desde os 25 anos de idade, já conquistou 50 troféus e 100 medalhas e, em breve, participa de sua primeira competição internacional, na Argentina

Para alcançar seus objetivos Edivani Felix de Sousa, 47 anos, treina todos os fins de tarde no Setor Parque dos Buritis, onde corre 20 km por dia, a fim de ganhar resistência e participar das maratonas realizadas pelo País. A vida do maratonista no mundo esportivo começou quando ele estava no auge de seus 25 anos de idade. Em 21 anos de carreira o atleta já conquistou 100 medalhas, 50 troféus e participou de maratonas em quatro Estados e no Distrito Federal: Pará, São Paulo, Tocantins Mato Grosso e Brasília.

 

“Em 1997, eu coloquei na cabeça que iria correr maratona. Comecei no futebol, cheguei até a me matricular em uma escolinha de futebol em São Paulo. Porém, desisti para seguir carreira como maratonista. Hoje, o meu objetivo é correr maratona, representar o Pará e, claro, minha cidade Redenção”, afirma ele.

Em meio às maratonas já disputadas, Edivani disse à Reportagem do Blog que a prova que mais lhe marcou foi aquela em que ele representou Redenção, em São Paulo. “Foi em 2008, eu saí do Pará quente como ele é e, do nada, comecei a correr em um lugar com menos de 10 graus de temperatura, acredito que esse foi o meu maior desafio”, avalia.

Edivani Felix vai participar das provas dos 10 km em 19 de agosto próximo, em São Paulo e, no dia 26 do mesmo mês, ele estará participando de maratona na Argentina. Edivani está bastante otimista e pretende trazer um bom resultado para Redenção. “É a primeira vez que vou correr fora do Brasil, estou bastante confiante, sei que é um grande desafio, porém é meu sonho que hoje estou realizando, concorrer uma maratona fora do meu País. Para mim é um privilegio muito grande, pode ter certeza que vou dar o meu melhor para conquistar um ótimo titulo para o nosso País”. promete

O atleta finalizou dizendo que todos nós temos sonhos e, que jamais podemos desistir deles. “Quem não tem sonhos é melhor desistir da vida, eu tenho, não podemos desistir deles”.

Deixe uma resposta