CANDIDATO A VEREADOR DE PARAUAPEBAS É PRESO

Continua depois da publicidade

Demerval Moreno (PV), candidato a vereador pela Coligação Parauapebas no rumo certo, acaba de ser preso pela polícia militar. O candidato participava de uma carreata na Rua Marabá, no bairro da Paz quando seu colega de rádio, Vanderlei Mota foi interpelado por funcionários da Justiça Eleitoral para que fosse medido o volume de um carro de som que participava da carreata. Vanderlei Mota se alterou com os funcionários, que solicitaram a presença do policiamento. Nesse momento, Demerval Moreno, funcionário afastado da Rádio Arara Azul FM, tomou partido a favor de Vanderlei Mota e lhe foi dada voz de prisão. Vanderlei partiu para o confronto e também foi preso em flagrante. Algemado, Demerval foi conduzido para a Depol local. Cerca de trezentos militantes da Coligação a que pertence o candidato Demerval Moreno, se encontram nesse momento à porta da Depol.
O Código Eleitoral, em seu artigo 236, § 1º, estabelece que os candidatos não podem ser detidos ou presos salvo em flagrante delito a partir de 20 de Setembro, ou seja, 15 dias antes da realização do pleito.

Nos comentários desta postagem, os depoimentos de Demerval Moreno e do Tenente da PM, que efetuou a prisão do candidato do PV.