Pará

Assembleia de Deus festeja 108 anos com a participação do presidente Bolsonaro

Irá começar amanhã, 13, e prosseguir até sábado, 15, a comemoração em Belém pelos 108 anos de fundação da Assembleia de Deus, no Brasil. No início do século XX, a capital paraense foi escolhida pelos jovens suecos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren para receber o primeiro templo daquela que, atualmente, é a maior igreja pentecostal do Brasil.

De acordo com o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente no Pará a igreja conta com mais de 700 mil membros, dos quais 150 mil vivem na capital, onde frequentam nada menos que 550 templos. E os próximos dias serão de muito louvor e agradecimento.

Com o tema “Um exército de irmãos abençoando a nação”, a comemoração deste ano pretende reunir cerca de cem mil pessoas, com a presença de membros de todos os Estados brasileiros, que começaram a chegar à capital em caravanas.

Primeiro, haverá uma solenidade cívico religiosa nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, no Centenário Centro de Convenções, com a presença de autoridades políticas do Pará e do País, como o presidente Jair Bolsonaro.  No sábado, 15, a partir das 8h30, será realizado o já tradicional Grande Culto ao ar livre, com a encenação que relembra a chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren a Belém.

Assim como na história real dos fundadores da Assembleia de Deus, a encenação começará pela Escadinha e seguirá até a Praça da República, onde ocorrerá um clamor de joelhos. A previsão é de que 45 mil pessoas participem da reconstituição, que lembrará a chegada dos dois jovens a Belém, após receberem, em profecia, a ordem de que precisavam pregar o Evangelho num lugar chamado Pará, na Amazônia, que os missionários sequer sabiam que existia.

Sem dinheiro e sem entenderem o português, Daniel e Gunnar partiram de Nova Iorque rumo à capital paraense, onde desembarcaram no dia 19 de novembro de 1910. Aqui, conheceram o casal Henrique e Celina Albuquerque, que cederam sua casa para as reuniões pentecostais. Depois de vários encontros, no dia 18 de junho de 1911 os suecos fundaram em Belém a Missão da Fé Apostólica, que sete anos depois foi registrada como Assembleia de Deus.

Ações sociais

A Assembleia de Deus possui também presença internacional em Moçambique, Timor Leste, Indonésia e outros países. Em Belém, a Igreja possui atuação ativa e diária nas comunidades. Na área social, destina anualmente 800 toneladas de alimentos a 40 mil famílias carentes, que recebem o alimento nas suas casas.

Em parceria com o governo estadual, a Igreja mantém 70 postos de coleta de doação de leite materno, dentro dos templos, com a missão “Mais Puro Leite”. O material doado é armazenado em freezer, depois o leite é recolhido pelo Corpo de Bombeiros e entregue na UTI neonatal da Santa Casa de Misericórdia do Pará. No último ano, o projeto doou 200 litros, distribuídos para dois mil bebês, em sua maioria recém-nascidos prematuros, contribuindo na alimentação, nutrição e qualidade de vida aos pequenos. 

Deixe seu comentário