Pará

Assaltantes de banco desafiam novo comando da PM com explosões em Rondon do Pará

Governo novo, problemas antigos para resolver na área de segurança do Pará. As quadrilhas de assalto a banco continuam desafiando as autoridades no sudeste do Pará. Desta vez, o município …

Governo novo, problemas antigos para resolver na área de segurança do Pará. As quadrilhas de assalto a banco continuam desafiando as autoridades no sudeste do Pará. Desta vez, o município aterrorizado pelos bandidos foi Rondon do Pará, a 120 km de Marabá.

Durante a madrugada da sexta-feira, cerca de 20 assaltantes tomaram de conta da cidade. Eles iniciaram com um ataque a tiros à delegacia de Polícia Civil e o quartel da Polícia Militar para impedir a saída de policiais e poder explodir e roubar as agências do Banco do Brasil, Banpará e Sicredi.

O delegado da cidade, Fausto Bulcão, explicou que a ação dos bandidos iniciou foi por volta de 2 horas. Durante a ação criminosa, os bandidos chegaram a fazer reféns, mas na fuga não levaram ninguém. A quadrilha deixou um rastro de destruição nos prédios que atacou, abandonando até mesmo dinamites, luvas, balaclavas, estojos de munições, dentre outros objetos.

Uma equipe da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) chegou em Rondon no final da manhã de hoje, sexta-feira, para iniciar as investigações. Ainda não há informações sobre os valores roubados.

De acordo com o novo superintendente de Polícia Civil do Sudeste do Pará, Thiago Carneiro, os bandidos tiveram êxito apenas na agência do Sicredi, onde eles tiveram acesso a uma quantidade de dinheiro ainda não divulgada pelas autoridades. Aliás, essa agência foi a mais destruída, tanto no térreo quanto no 1º piso.

A Polícia Civil revelou ainda que já foi solicitada perícia de local de crime e que buscas estão sendo realizadas pela PM na zona rural do município para aonde os criminosos teriam seguido. Equipes da PM e Civil de Marabá foram deslocadas para apoio.

Até as 13 horas desta sexta-feira nenhum bandido havia sido preso por envolvimento no assalto.

Nota do Sicredi

Nota à imprensa

Em nota enviada à Redação do Blog, o Sicredi informa o seguinte: “Em relação ao ocorrido na agência do Sicredi em Rondon do Pará, na madrugada desta sexta-feira (11.01), a instituição financeira cooperativa informa que a Polícia foi acionada e já investiga o caso.

Desta forma, a agência ficará fechada para reparos. Aos associados que precisarem realizar operações presencialmente, o Sicredi orienta que se dirijam à agência em Dom Eliseu, a 80 km de Rondon do Pará. Para as transações que dispensam atendimento pessoal, os associados podem usar os canais de atendimento digitais, como o aplicativo do Sicredi e o internet banking.

O Sicredi reforça que investe continuamente em segurança com o objetivo de proteger as pessoas, o patrimônio e para atender as necessidades dos seus associados e da comunidade onde atua.

Deixe seu comentário