AICOP: manifesto de preocupação sobre o local do Carnaval 2013 em Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

image

A Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas – AICOP – é uma entidade de defesa e valorização de classe, com seus direitos e obrigações garantidos, portanto, uma entidade civil organizada que se preocupa com o local do carnaval 2013, pois neste momento, quando o Brasil lamenta a tragédia em Santa Maria (RS), em uma boate com graves falhas na estrutura e somada à falta de ação dos poderes públicos constituídos, ceifou a vida de centenas de jovens que buscavam alguns momentos de distração e entretenimento, nós, da AICOP, fazemos o nosso papel de alertar para o período carnavalesco que se inicia nesta sexta-feira, dia 8 de fevereiro.

É sabido também que a Praça de Eventos há muito tempo não comporta essa massa de foliões, e já era hora de se buscar um local alternativo para realizar a festa carnavalesca. Porém, é necessário um estudo minucioso, quando se trata de tamanha aglomeração de pessoas, que em sua maioria estão ali despreocupadas e concentradas apenas na diversão.

O local do evento será na Avenida Liberdade, entre a Avenida Santa Maria e o Loteamento Paraíso.

Para a AICOP, a alteração do local do evento não deve ter sido só por motivo de segurança, mas sim, e principalmente, para evitar o transtorno promovido no trânsito, quando a festa era realizada em frente à Câmara Municipal. Sobre o quesito “segurança”, o local a ser realizado o carnaval 2013 é demasiadamente inseguro, se comparado à Praça de Eventos. Vejamos:

  1. No local há duas pontes, onde dois pequenos rios irão ladear a área da festa, deixando os foliões com pouca alternativa de fuga, em caso de algum incidente. É bom salientar que recentemente houve registro de caso de estupro no brejo que também fica na área da festa momesca.

  2. Do outro lado há uma pista, a rodovia PA 275, que deverá ser interditada, criando espaço para os foliões. Porém, à margem da PA-275 existe um abismo, possibilitando alto risco de acidente.

  3. Outro problema é que não há espaço para estacionamento de veículos, um dos fatores que implicam no motivo da mudança de local – o trânsito.

  4. É bom lembrar que o Loteamento Paraíso, bairro citado como referência de proximidade do local do evento, foi palco de um dos mais misteriosos casos de brutalidade já registrados em Parauapebas, o da menina Thais Santos Feitosa, de apenas 12 anos, que foi encontrada morta com a cabeça separada do corpo.

  5. Além de tudo, comparando com a Praça de Eventos, o novo espaço é um local com maiores possibilidades de sinistros.

Diante do exposto, apelamos, por meio deste manifesto, para que as autoridades deste município levantem todos os pareceres técnicos sobre segurança, incluindo laudo das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, da Secretaria de Saúde e afins, para que haja por parte dos idealizadores a isenção de responsabilidade, no caso de algum sinistro, e solicitamos cópias destes pareceres, para que se tornem públicos por meio dos veículos de comunicação disponíveis na cidade.

Toda esta preocupação é para evitarmos que haja tragédia, mas pelo menos evitar ao máximo o menor incidente, onde todos nós devemos estar reunidos, alguns se divertindo e outros trabalhando, inclusive a imprensa, dando visibilidade ao nosso carnaval, considerado, até então, um dos mais animados e seguros da região.

Humildemente, sugerimos que a festa ainda seja realizada na Praça de Eventos, pois as autoridades que corroboram na realização do evento e o próprio público já conhecem a realidade desse espaço. Outra opção louvável seria o Parque de Exposições, onde temos experiência com festas de tamanha proporção. Esta medida seria tomada até que se faça uma mudança com mais consistência.

Aproveitamos para parabenizar o programa denominado “Trem da Alegria”, que passará por diversos bairros, levando alegria no carnaval. A iniciativa é ótima, pois entendemos que a cultura tem que ir onde o povo estiver, embora não possamos esquecer de que quem faz a cultura é o povo. As instituições só precisam fomentar.

AICOP – ASSOCIAÇÃO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO DE PARAUAPEBAS

23 comentários em “AICOP: manifesto de preocupação sobre o local do Carnaval 2013 em Parauapebas

  1. anonimo Responder

    essa e a mudança meu povo…
    ele vai e embolsar o dinheiro que ele naõ e nem besta mas isso tava na cara que ia acontecer..

  2. RICARDO Responder

    Eita esse vei por encomenda, povo de Parauapebas votou agora aguenta vocês merece! rsrsrsrsrsrsrsrsr

  3. maria Responder

    olá chico brito onde vc nasceu tinha cultura? seu carnaval nem começou e ja ta dando tanto o que falar. que tal gastar esse dinheiro todo com quem precisa, la no CESP por exemplo, ta precisando muito. se liga na saúde jogador vc não quer e jogar dinheiro fora? pois monte um time com o secretário de saude e joguem esse dinheiro no CESP. vai ser um gol mas bonito que parauapebas ja viu.

  4. Laura Responder

    São as mudanças meu povo! Foram 49 Mil votos que escolheram ele!
    A última Zé Dudu, hoje todas as vans estão com uma carta afixada e bem taxativa: Diante do disposto o Sr. VALMIR Q. MARIANO, PREFEITO DE PARAUAPEBAS, ACATA E AUTORIZA O AUMENTO DA PASSAGENS PARA 2,00 (DOIS REAIS)

    É isso aí, a mudança no transporte público também chegou!

    Esse vai ser igual ao Sadan Hussein!

    • Anônimo Responder

      para quem não sabe,o prefeito só vai permitir carnaval esse ano, por que muitas pessoas pressionaram pra que acontecesse.mas o prefeito já anunciou que no próximo ano não terá carnaval e que não irá gastar dinheiro da prefeitura com festas. thyal carnaval;a mudança chegou.

  5. Arthur Responder

    Gente, quanta bobagem !!!!!

    A entrada da cidade é um lugar ermo ????
    Nada a ver, deixem as coisas acontecerem…

    Agora vem vcs me dizerem que todo ano o carnaval aqui é uma mansidão…
    fale sério!!!!!
    Depois de 30 anos de Parauapebas algumas mudanças são bem vindas…

    Vamos falar do transito infernal depois das 16 horas e que não tem nenhum colaborador do DMTT pra tentar ajudar. Aí sim cabe questionamentos.

  6. OSVALDINHO Responder

    CONCORDO COM VC CONTRIBUINTE MELHOR SERIA A FAP E SO PREFEITURA FAZER UM CONVENIO CONS VANSEIROS COM PREÇOS POPULAR, LA SIM E O LULGAR FALAR NISSO E BOM ARRUMAR CHUTEIRA PRA DA PRO POVAO PRA NAO ATOLAR

  7. CONTRIBUINTE Responder

    O Ministério Público já foi acionado? A AICOP precisa usar os meios legais para conseguir o que deseja, neste caso, Promotoria de Justiça e Ministério Público, sugiro protocolar antes de sexta-feira (08/02) oficio junto a estes dois órgãos públicos solicitando a mudança do local do evento, assim, eles serão co-responsáveis caso ocorram fatos indesejados e terão que responder judicialmente.
    Caso seja feito isso, peço para que publiquem tal oficio aqui no blog.

  8. Sandro Responder

    Uma humilde opinião seria eles colocarem mais de um palco e ultilizassem a praça malhatma ghandi , aquele espaço em frente a Eva lanches etc. Criaria o circuito do carnaval e um local sem duvidas mais seguro. E falta de responsabilidade a festa naquele local e que fique claro que se uma tragédia ocorrer o principal responsável será o prefeito em se omitir perante a tantas manifestações contrarias ao local.

  9. Cauan Pirí Responder

    Gostei muito de manter afastado os indigentes lá pro curral. A praça de eventos é para um Reveillon, um festival, etc. Essas festinhas de pobres, deverá ficar bem longe mesmo.

    • Cidadão Responder

      E vc enquanto digita deve tá comendo farofa de ovo sentado numa p…roca bem grande! Ah vá, que absurdo. Esse meliante que se esconde atrás desse nome só posta merda, e o blogger ainda as publica!
      Vou lançar uma campanha: Abaixo aos comentários que denigrem e humilham!

    • Cristiane Araujo de oliveira Responder

      bom seu tecnica de seguraça e la eu encontrei muitas coisas inrregular com a arquibancada, os locais que vende comida e varias coisas e um absurdo, inveslimente a segurança ta em umtimo caso qui na cidade a vale prega tanto sobre segurança e nao foi capaz de ver isso me deixa muito indgnada

  10. Paulo Evangelista Responder

    Boa Tarde!
    É um absurdo como são feitas as mudanças nesta cidade. Não sei que estudo foi realizado para que fosse mudado o local do carnaval aqui em Parauapebas. Um lugar propício ao crime, pois além da escuridão, há matagal entre outras coisas mais que podem desencadear uma onda de crime por parte de pessoas que se infiltram em meio aos brincantes para praticarem o mal. Outra coisa é a rotatória próxima ao shopping, o engenheiro de trânsito desta cidade deve rever seus últimos anos de faculdade pois lá tbm é outra obra de faraó. Coisa de louco. Acertou somente na mudança da rua “A”, mas mesmo assim com erros nas placas. Em vez de colocarem aquelas placas com a seta direcionada somente para um local de onde possa se seguir, por que não colocaram a seta de proibido virar à direita? Pois tem ruas em que a gente pode seguir em frente, mas com a seta virada para um lado confunde o motorista que acha que ele so pode seguir para aquela direção e não seguir em frente. Aliás, a cidade toda está infestada de placas de trânsito irregulares. À noite ou em horários em que não há um guardinha do DMTT, os mautoristas aproveitam para andarem na contramão. Fica aqui minha indignação.

  11. Anônimo Responder

    Faz na fap. Ou prefeitura não quer pagar pra siproduz. Nesse carnaval a pirâmide faz uma pouquinha

  12. Anônimo Responder

    É melhor deixar na Praça de Eventos e fazer estudos para que no próximo ano aconteça em outro local. Não se pode mudar o local do evento sem um estudo prévio!!!! É um risco muito grande…

  13. Iago Responder

    É isso aí, acho que o responsavel pela mudança foi infeliz em escolher um local como aquele, que em certo ponto podemos chamar de um local ermo.
    Propicio a aglomeração de marginais, criminosos, mesmo sabendo que em todos os locais poderia acontecer isso, mas ali numa região cercada por mato, ladeada por dois igarapés, afastado do centro. É esperar algo sensato por parte da Secretaria de cultura. E pedir a Deus que proteja nos parentes e amigos que alí vão se divertir!

    • Vanessa Costa Lobato Responder

      Caso você tenha algum parente que frequente estas festas,filhos(as),mãe.pai ou qualquer que seja,preste atenção no local em que acontecerá,pois riscos todos corremos e muitos não conseguimos evitar,mas geralmente procuramos lugares mais visíveis possíveis para que não venhamos ter prejuízos,ainda mais se tratando de vidas,se você não tem amor a sua,vai pro meio do mato ou terreno ermo nesta noite ou qualquer outra que seja,e me diz a real situação,beijos querido!

    • anonimo Responder

      arthur se vc n leu. diz q local d ser carnval desse ano de 2013. aconteceu essas coisas por lá q é bairro paraiso.

  14. Nossa Mãe Responder

    E de ficar encabulado a tamanha falta de preparo de quem redigiu está nota,cita ate o caso da menina thais para tentar modificar um local de festa, que me desculpem os senhores não traz beneficio nenhum para a sociedade.

    Outra coisa sinistro acontece em qualquer lugar, como vai acontecer, e do saber de todos nos que os hospitais estárão lotados antes nos dias e depois desta festa que se diz popular, mas a questão não e isso, e sim está sem graça que foi emitida tentando ao meu ver denegrir quem está a frente organizando.

  15. Delma Oliveira Freitas Responder

    Eu morro perto da praça de eventos,quando tem festa na praça eu acordo a noite muitas vezes com briga entre garotos,policia pegando gente e mulheres gritando.Fico imaginando uma festa dessa num local abandonado no meio do mato,o risco que essas pessoas estarão correndo,isso é uma questão para a sociedade decidir o que é mais seguro para nossa cidade…

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: