Adelson Fernandes, presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, visita deputado Giovane Queiroz

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Deputado Giovanni Queiroz assume compromisso com o Poder Legislativo de Parauapebas e garante emendas no orçamento da União para o município

O presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, Adelson Fernandes (PDT), esteve reunido na semana passada com o deputado federal Giovanni Queiroz (PDT – PA), em Brasília. O principal objetivo da reunião foi solicitar ao Deputado Federal, reeleito, o apoio para trazer melhorias ao município de Parauapebas.

O vereador expôs os principais problemas que atingem a cidade, como falhas de infraestrutura, limitação do fornecimento de energia elétrica, sistema de telefonia móvel e internet. Segundo o Adelson, esses serviços são muito limitados e não conseguem atender a demanda local. O fornecimento e a distribuição energia elétrica, por exemplo, é muito precária e deixa muito a desejar, pois constantemente temos queda no abastecimento e até agora nada foi feito para sanar o problema.   Adelson lembrou como exemplo deste precário serviço o Distrito Industrial de Parauapebas (DIP), que, segundo ele, até o momento não funciona por falta de energia. Outra situação apresentada a Giovanni, foi falta de climatização das escolas públicas. Além disso, o parlamentar também denunciou sobre o estado em que se encontra o serviço de Internet. Adelson acredita ser esse um dos problemas mais graves de todos. De acordo com ele, o serviço é muito caro e não consegue atender as necessidades dos usuários, além disso, as pessoas de baixa renda ainda não têm acesso à rede. “É importante democratizar o acesso a internet,” diz Adelson sobre o assunto.

Giovanni Queiroz se comprometeu em buscar uma alternativa para solucionar esses problemas, além de denunciar cada segmento aos órgãos. Já em relação à climatização de salas de aula, o deputado garantiu que vai apresentar uma emenda no Orçamento Geral da União de 2011  para que isso seja mudado. Essa melhoria de infraestrutua nas escolas deve atender 40 salas de aula, beneficiando assim pelo menos três
escolas de Parauapebas.

[ad code=6 align=center]

Publicidade