Vereadores parauapebenses participam de Seminário sobre combate a exploração de crianças e adolescentes

Continua depois da publicidade

Aconteceu na manhã desta terça-feira,19, no “Plenarinho” da Câmara Municipal de Parauapebas um seminário sobre combate a exploração de menores com o tema “A rede de atendimento e proteção social e o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes de Parauapebas”. O auditório da Casa de leis ficou lotado com a presença de representantes da sociedade, das instituições públicas e privadas que lutam para vencer a violência sexual infantojuvenil no município.

A violência sexual, física e psicológica,contra crianças e adolescentes é crime previsto no código penal brasileiro. O abuso sexual além de comprometer o desenvolvimento físico e psicológico das crianças vitimadas pode causar danos sérios no futuro dessas crianças e adolescentes, que tiveram o direito de despertar a sexualidade de maneira sadia negado.

O presidente da Casa de Leis, Josineto Feitosa (SDD), falou que quando foi diretor da escola Faruk Salmen vivenciou mais de perto essa realidade de exploração e abuso sexual das crianças e adolescentes da cidade. Além disso, ressaltou que denunciar a violência infantojuvenil é um compromisso de todos “Todos nós temos que ter responsabilidade. Nosso dever não é maior nem menor que do outro”, afirmou o vereador. A vice-prefeita, Ângela Pereira, também concorda com o pensamento do parlamentar Josineto “A lei é clara, ela ampara a criança e o adolescente. É nosso dever cuidar delas, é meu dever, é dever de toda sociedade”.

Estiveram presentes no evento os vereadores Maridé Gomes (PSC) e Israel Barros, Miquinha (PT), além do representante do Poder Judiciário, juiz Líbio Moura; da gerente geral de relações intersetoriais da Vale, Andreia Rabetim; do secretário adjunto da SEMAS, Josenilson Gomes; do coordenador do Conselho do direito da crianças e adolescentes de Parauapebas (COMDCAP), Aldo Nonato; do coordenador do Conselho tutelar, Oseias Leão; e o secretário de meio ambiente, Zoênio Santos.

Denúncia

Para fazer denúncias contra a violência sexual de crianças e adolescentes ligue para o Disque 100 (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República), 0800 033 0202 (Ouvidoria Municipal de Parauapebas) ou 3346 2250 (Disque Denúncia de Parauapebas).

Fonte: ASCOM CMP

1 comentário em “Vereadores parauapebenses participam de Seminário sobre combate a exploração de crianças e adolescentes

  1. Anônimo Responder

    Bem, já que estão falando da proteção dos adolescentes, vejo com preocupação aquele aglomerado de adolescentes, principalmente meninas, na rotatória da rua 10. O que se vê por ali são meninas entregando panfletos, escrevendo propagandas de shows em carros. Aquilo é um passo para prostituição e uso de drogas. Se realmente estão preocupados com esses jovens, que se tome uma providência.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: