Solidariedade: quando o que importa é ajudar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O povo brasileiro em si é um povo dado à solidariedade. Gosta de ajudar, fazer parte de tudo que possa beneficiar aquele que está em uma momentânea posição de inferioridade, seja ela de que forma for. Pena que quem realmente pode doar aos menos favorecidos, na grande maioria das vezes, não usa a sua fortuna para fazer o bem.

Hoje, o Jornal Nacional, da Rede Globo, mostrou uma reportagem  com um jovem de 16 anos no Rio de Janeiro que organiza jogos de futebol, festas e outros eventos beneficentes, além de sair de casa em casa, tudo para arrecadar alimentos para serem distribuídos aos menos favorecidos. Ele separa tudo em cestas básicas, e após fazer uma relação de famílias que necessitam das cestas, usando critérios como a presença de desempregados na família ou por esta ser muito grande, faz pessoalmente a distribuição. Com isso conseguiu melhorar um pouco o Natal de 120 famílias em 2009.

Cestas pebinha

Em Parauapebas a direção do site de cobertura de eventos e notícias “Pebinha de Açúcar”( foto), doou, na manhã da última quarta-feira, 23, aproximadamente três toneladas em alimentos não perecíveis, divididas em 170 cestas básicas.

Os alimentos foram arrecadados durante o Baile Havaiano realizado no último dia 18 na escola Marluce Massariol por organização do Site Pebinha de Açúcar e em parceria de alunos do terceiro ano do estabelecimento escolar.

A entrega que ficou sob a responsabilidade dos diretores do site Bariloche Silva e Douglas Silva, com o apoio de alunos do terceiro ano da escola estadual Marluce Massariol, e aconteceu nas dependências do morro “Alto Bonito” e em trecho das “Casas Populares”.

Está não é a primeira vez que o site Pebinha de Açúcar pratica um gesto de solidariedade. No primeiro semestre deste ano a direção do site distribuiu cerca de uma tonelada de alimentos em ocasião da II Noite do Blackout que comemorou o primeiro aniversário do site.

Parabéns ao pessoal do “Pebinha de açúcar” pela atitude, isolada, mas que certamente melhorou o Natal de muitas famílias em Parauapebas. Fica aqui a esperança que no ano que vem possamos, todos nós, nos juntarmos a essa corrente, aumentado os elos de solidariedade em nosso município. 

Publicidade

Posts relacionados