REALIZADA AUDIÊNCIA SOBRE FAZENDA SÃO LUIZ

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A situação da Fazenda São Luiz, em Canaã dos Carajás, está sendo discutida na Vara Agrária de Marabá. Na quinta-feira, dia 13, foi realizada uma audiência de justificação na Ação de Reintegração de Posse. A área se encontra ocupada por aproximadamente 200 famílias e é vizinha ao projeto Sossego, da Vale.

De acordo com dados da Adepará – Agência Paraense de Defesa Animal -, a fazenda tem rebanho superior a 1.300 cabeças de gado. Por outro lado, laudos do Incra apontam que a propriedade encontra-se em região de relevo tecnicamente chamado de “forte ondulado”, com importante presença de metais passíveis de exploração, com várias outorgas junto ao DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral.
A titular da Vara Agrária, juíza Claudia Favacho, sobrestou a análise do pedido de liminar até que o Incra diligencie, no prazo de 30 dias, sobre a possibilidade da ocupação estar localizada em área pública.
Já o advogado Ercides Lima, representante dos herdeiros do espólio de Lázaro José Veloso (Serraria), proprietários do imóvel, argumenta sobre a importância da diligência, apesar de asseverar que a ocupação de fato está sobre área titulada dos autores.Ele argumenta, também, sobre o potencial minerário da propriedade, seu alto nível de produção e a ausência de condições técnicas para o assentamento de famílias de trabalhadores rurais, “o que torna sem razão final a investida dos movimentos sociais”.
Correio do Tocantins
Publicidade

Posts relacionados