Rapidinhas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Futebol Master
Uma seleção de másters, formada por ex-jogadores consagrados do futebol brasileiro estará em Parauapebas no dia 10 de maio, aniversário do município, para um jogo amistoso contra  seleção de másters de Parauapebas. O jogo será no estádio Rosenão, às 18 horas com entrada franca. Estão confirmadas as presenças de Júnior Baiano,  Tinho, Leandro Ávila, Gian, Lê, Marcelo Ribeiro e Emerson, entre outros. 

Cancelada
A 1ª Feira do Comércio, Indústria e Negócios de Parauapebas – FECINP – que seria realizada de 3 a 6 de junho em Parauapebas foi cancelada.  A informação extraoficial é de que ACIP e CDL não conseguiram viabilizar financeiramente o evento. A Vale, que seria uma das principais patrocinadoras do evento, propôs contribuir com apenas R$30 mil. Todavia, a direção da mineradora prometeu usar de sua influência com algumas terceirizadas que prestam serviços a ela para conseguir mais recursos. De uma lista de 15 empresas indicadas pela Vale nenhuma afirmou poder colaborar.

Bairro Amazônia
Os moradores do bairro Amazônia, em Parauapebas, estão há mais de 10 dias sem água nas torneiras. A manutenção do loteamento é de responsabilidade da família Flausino, já que ainda não foi entregue à prefeitura de Parauapebas. Procurados, os responsáveis alegaram que terceirizaram os serviços à uma empresa, mas esta não tem sido eficiente.

IRPF 2015
Faltando um dia para o término do prazo para a entrega da declaração IRPF 2015, 449.320 contribuintes cumpriram a obrigação com o fisco federal no Estado do Pará. A expectativa é de que mais de 600 mil declarem. Na 2ª Região Fiscal, que é composta pelos Estados do AC, AM, AP, PA, RO e RR, o volume de entrega do documento atingiu 72% da expectativa que é de 1,4 milhão, totalizando 1.042.567 declarações entregues até às 17hs de hoje, dia 29.

Dia de Campo
O escritório regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) realizará a partir das 8h30 desta quinta-feira, 30, no Projeto de Assentamento Piquiá, no km 35, em Marabá, o Dia de Campo sobre Agricultura de Baixo Carbono (ABC). O objetivo é disseminar tecnologias que evitem a degradação do meio ambiente e a manutenção da floresta através do uso racional dos recursos naturais disponíveis.

Irregular
O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) ajuizou ação contra quatro faculdades particulares (o Instituto de Ensino Superior de Óbidos – IESO -, a Faculdade de Ciências Wenceslau Braz – FACIBRA -, a Escola de Ensino Superior do Oeste do Pará – ESPA –, e a Sociedade Educacional Santo Augusto Ltda –  FAISA), e seus proprietários que, associados, lesaram dezenas de estudantes na região oeste do Pará, onde ofereciam cursos irregulares, sem autorização do Ministério da Educação, nos municípios de Óbidos, Prainha e Santarém.

Demissionário
Alegando problemas de cunho particular, o secretario de obras de Parauapebas, Raimundo Queiroga entregou carta com pedido de demissão do cargo ao prefeito Valmir Mariano no final da semana passada. O prefeito ainda não respondeu se aceita ou não o pedido do secretário. Queiroga está no cargo desde novembro de 2013.

FIES
Estudantes que não conseguirem fazer a inscrição no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), cujo prazo para novas adesões termina amanhã (30), têm o direito de concluir o semestre sem punições. Essa é a recomendação do Ministério Público Federal (MPF), da Defensoria Pública da União (DPU) e da Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE). A decisão, divulgada hoje (29), foi direcionada a nove instituições da região metropolitana de Belém, mas pode servir de base para os demais estados. Os estudantes que forem punidos de alguma forma, tanto no Pará, quanto em outros estados, podem entrar na Justiça com base na recomendação.

Greve continua
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – Sintepp – informou que a categoria decidiu, em assembleia realizada hoje (29) com mais de 2 mil professores presentes, que não aceitou a proposta do governo do Estado e que a greve continuará, mesmo tendo a justiça mandado que eles voltassem imediatamente ao trabalho. O Sindicato recorreu da decisão ao STF.