RADAR PARAUAPEBAS: Saiba o que é notícia na Capital do Minério neste início de semana

Prefeito Darci vai buscar soluções florísticas para embelezamento de cobiças, rancores e mau humor político que se abate sobre coração de alguns adversários. Obras pipocam no município
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

FELIZINHO DA VIDA

O prefeito Darci Lermen passou o final de semana animado como há tempos não se via. Depois da publicação do laudo da Polícia Federal desmontando a farsa criada por adversários para tomar a cobiçadíssima Prefeitura de Parauapebas, o gestor — que está em seu quarto mandato — pode, enfim, dormir aliviado, já que sua imagem perante a opinião pública vinha sendo insistentemente arranhada por um grupo que queria sentar na cadeira do Executivo no tapetão, mesmo com o resultado avassalador pronunciado pelas urnas nas eleições do ano passado. Darci continua mais prefeito do que nunca em Parauapebas, e ponto final. Aos adversários, o direito do “mimimi” e de se preparar para a campanha de 2024, que está “bem aí”. Segue o líder.

FELIZINHO DA VIDA (2)

Por falar em Darci, o prefeito de Parauapebas era visto trabalhando no final de semana, com parte do seu “staff”, enquanto seus adversários tentavam levantar-se cambaleando do contragolpe recebido no meio do peito pelo laudo da PF. Darci e alguns de seus secretários foram à cidade de Holambra (SP), Capital Nacional das Flores, para buscar referências paisagísticas visando ao embelezamento da cidade de Parauapebas. O gestor quer, politicamente, rebater os maus agouros com flores e, com isso, levar trabalho e renda à população.

LICITAÇÃO DO PROSAP

A licitação para execução das obras das zonas 2 e 3 do Programa de Saneamento Ambiental de Parauapebas (Prosap) teve de ser adiada. Oferecendo cerca de R$ 146 milhões, o processo deixou loucas as interessadas, já acumula quatro esclarecimentos e entrou para o segundo aditivo ao edital, razão pela qual a conferência das propostas comerciais teve de ser adiada para 28 de setembro — 18 dias após o previsto. O processo referente a essa etapa do Prosap prevê intervenções de infraestrutura nos bairros Cidade Jardim, Minérios, Polo Moveleiro e Habitar Feliz.

OPERAÇÃO TAPA-BURACO

Outra licitação que também promete fortes emoções e deve dar muito pano para a manga é a do tapa-buraco, orçada em aproximadamente R$ 55 milhões. O Blog do Zé Dudu já observou que ela é alvo de questionamentos por parte dos “gatos” interessados no contrato, seu edital já sofreu alteração e a data da conferência das propostas comerciais precisou ser alterada. Inclusive, o pregão eletrônico, para apuração do menor lote, será realizado nesta terça-feira (24). O negócio é rápido porque, segundo populares, a cidade está agonizando em buracos, e o governo municipal está sendo criticado por isso.

ASFALTO DE VICINAL

Saiu o prometido edital para licitar a estrada vicinal entre a Palmares 2 e a vila Três Voltas, zona rural de Parauapebas. Orçada em R$ 16,5 milhões, a licitação deverá ter propostas conferidas no dia 20 de setembro. A pavimentação dos 25 quilômetros é prevista em duas etapas: a primeira, de 12 quilômetros, entre a Palmares 2 e o traçado da Estrada de Ferro Carajás (EFC); e a segunda, de 13 quilômetros, da linha do trem à vila Três Voltas. Os serviços vão ficar sob a batuta da Secretaria Especial de Governo (Segov), que, a propósito, tem tirado o protagonismo da Secretaria Municipal de Obras (Semob) em muitas intervenções importantes no âmbito de infraestrutura, notadamente na área de mobilidade.

COVID-19

Os casos de contaminação pelo Sars Cov 2 (novo coronavírus), que provoca a covid-19 continuam estáveis em Parauapebas. Nos últimos sete dias (16/8 a 22/8) foram contabilizados 297 novos casos (42,42/dia), além da morte de 2 pacientes com a doença. No total, Parauapebas já tem 56.119 casos de pacientes infectados pelo vírus, além de 491 óbitos registrados. Já são 54.931 os recuperados pelo sistema de saúde local. A taxa geral de ocupação de leitos no município (atualizada às 13h08 desta segunda-feira) está em 13%, sendo que leitos de enfermaria SUS: 16%; UTI SUS: 20%; enfermarias particulares: 8%; UTI particular: 30%. O atendimento exclusivo para pacientes portadores do vírus acontece no Centro Especializado de Atendimento de Covid-19, anexo ao Hospital Geral de Parauapebas.