Procuradores criam associação em Parauapebas

Continua depois da publicidade

clip_image002

Na última quarta-feira (06/04), ocorreu a primeira Assembleia Geral Ordinária da Associação dos Procuradores do Município de Parauapebas (APMP).

Em projeto de criação há seis meses, a entidade reúne membros da carreira de Procurador do Município com o fim de defender as prerrogativas da advocacia pública municipal e o aperfeiçoamento técnico-jurídico dos Procuradores de Parauapebas.

A APMP também se propõe a desenvolver trabalhos junto à OAB, Ministério Público, Poder Judiciário e à sociedade em geral, para difundir a importância do Procurador do Município na defesa dos interesses da cidade de Parauapebas.

clip_image002[5]

Foto: da esquerda pra direita: Dr. Hugo Frazão, Dra. Kenia de Oliveira, Dra. Roberta Nathalie, Dr. Jair Rocha, Dr. Hugo Moutinho, Dr. Thiago Pinho e Dr. Emanuel Melo.

A fundação da entidade ocorreu em 04/02/2011, na sede da Procuradoria Geral do Município de Parauapebas, e sua diretoria tem a seguinte composição:

Presidente: Emanuel Augusto Melo;
Secretário: Thiago Carvalho de Pinho;
Tesoureira: Kenia Tavares de Oliveira.
Conselho Fiscal – Membros: Jair Alves Rocha, Hugo Moutinho e Hugo Frazão.

Compõem também a APMP a Procuradora-Geral do Município, Dra. Quésia Siney Lustosa, o Secretário Municipal de Fazenda, Dr. Hernanes Margalho, a Procuradora-Geral substituta, Dra. Roberta Nathalie, e o Dr. Olinto Campos Vieira, todos procuradores municipais de carreira.

7 comentários em “Procuradores criam associação em Parauapebas

  1. Curioso Responder

    Não sou procurador, mas tenho como responder sua pergunta.
    A Lei do SAAEP é ilegal e precisa ser revista. Não se admite hoje qualquer procurador sem submissão a concurso público de prova objetiva, prático-jurídica e de títulos.
    A exceção resume-se ao cargo de Procurador-Geral do Município, que pode ser ocupado por advogado de notório saber jurídico.

  2. concurso Responder

    Uma pergunta aos Procuradores, cargo de Procuradores e livres nomeação o de efetividade com concurso Publico, pois tem uma lei aprovada pela Camara Municipal de Parauapebas que da o cargo de Procurado como de livre nomeação e não artaves de concurso publico. Esta Leis esta no site da Prefeitura Municipal. Esta lei e para a SAAEP e a lei de plano de cargo e carreira para o guardo de servidores da SAAEP.

  3. Wanderlei Responder

    Parabéns pela criação da Associação. É bom saber que os nossos Procuradores estão unidos e articulados na defesa de suas prerrogativas, que influenciam diretamente no bom andamento do município.

  4. ANONIMO Responder

    Parabéns pela iniciativa, mas, PELO AMOR DE DEUS,se o Hernandinho Beira-Mar está nessa parada, coisa boa não vai sair.
    No minimo, ele vai colocar uma OSCIP para gerir a Associação..

  5. DIRCEU TAVARES Responder

    ELES SERAO APROXIMADAMENTE 20 MEMBROS E JÁ ESTAO SE “COORPORATIVIZANDO” (NO BOM SENTIDO), ENQUANTO QUE OS SERVIDORES DO MUNICÍPIO QUE ENGLOBA PREFEITURA E CAMARA SAO MILHARES, ENTRETANTO, PERTENCEM A UM SIDICATO INOPERANTE E PELEGO. PARABÉNS AOS PROCURADORES! “…QUEM SABE FAZ A HORA…NAO ESPERA ACONTECER!…” . “POLITIZACAO” >> > ESSA É A DIFERENCA!

  6. Curioso Responder

    Parabéns, Procuradores, pela criação desta associação de classe.
    Agora vocês têm mais um motiva para lutar por Parauapebas.
    Sucesso!

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: