Polícia Civil do Amazonas tem um vídeo de Albano confessando ter atirado no advogado paraense Jakson Silva

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Albano Badu

Mauro César Machado Albano, de 26 anos é acusado de ter efetuado os disparos que tiraram a vida do advogado Jakson Souza, de Parauapebas, no dia 24 de janeiro, em Manaus. O delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, informou que Albano foi detido no 17º Distrito Integrado de Polícia, na Zona Oeste, por volta das 9h30 de quinta, depois que ele compareceu à unidade policial para prestar esclarecimentos sobre um outro caso, não divulgado pela polícia durante a coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (18).

Policiais que efetuaram a detenção cumpriram um mandado de prisão preventiva contra o suspeito. Na delegacia, o infrator não quis falar com a reportagem. O delegado afirmou que há um vídeo do suspeito confessando a autoria do crime à polícia. Nele, Albano teria dito que um comparsa, que está preso, teria atirado contra Jakson Silva. Ele também teria afirmando que o advogado reagiu ao assalto. “É natural que esse tipo de coisa aconteça. Um joga a culpa para o outro. Da mesma forma, que se um deles tivesse morto, o outro colocaria a culpa no falecido”, disse o delegado.

Mauro Cesar Machado Albano será indiciado pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte. Ele deve ser encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. ( Com informações do G1-AM)

Publicidade

Posts relacionados