Parauapebas: Comdec intensifica monitoramento das áreas de risco de enchente e deslizamentos de terra

Devido as chuvas que castigam o município, o alerta de desastres aumentou na cidade, que apresenta diversas áreas de riscos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Equipes da Condec monitoram o nível do Rio Parauapebas

Continua depois da publicidade

 A Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), segue monitorando o nível do Rio Parauapebas e intensificou a vistoria das áreas de risco da cidade, que podem ser afetadas por enchentes, inundações e deslizamentos de terra.

Nesta terça-feira (4), o nível do rio atingiu 9,12 metros. O Alerta Laranja emitido desde a semana passada aponta a importância de ter atenção especial para as 91 áreas de risco existentes no município.

Segundo a Defesa Civil, o monitoramento é necessário porque, devido as chuvas intensas, existe o risco de deslizamentos de terra, alagamentos, enchentes e ocorrências relacionadas a raios e ventos. O setor social da Defesa Civil já presta apoio para cinco famílias que estão desalojadas e orienta moradores residentes nessas áreas sobre medidas a serem tomadas em caso de risco.

De acordo com a Comdec, até o momento, ainda não existem famílias desabrigadas no município. Em casos de deslizamento de terra, a orientação é ficar atento aos seguintes sinais: inclinação de postes e árvores, qualquer movimentação de terra ou rochas perto da casa e aparecimento de rachaduras em muros ou paredes.

A Defesa Civil também orienta que a população evite trafegar em locais com pontos de alagamento. As situações de emergência devem ser comunicadas imediatamente para o órgão, pelo telefone 199 ou 3356-2597.

Tina DeBord- com informações da Ascom PMP