Orçamento de Jacundá vai a quase R$ 115 milhões em 2020

Educação, administração e Saúde levam a maior fatia do orçamento anual
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Aprovado pelo Poder Legislativo neste mês de dezembro, o orçamento de 2020 do município de Jacundá é de R$ 114.679.613,36. Para chegar a esse montante, a administração municipal levou em consideração as receitas decorrentes da arrecadação tributária, contribuições sociais, transferências intergovernamentais e outras fontes de receitas.

Pelo segundo ano consecutivo, a gestão do prefeito Ismael Barbosa adicionou os 40% dos recursos do precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), estimado em R$ 19.727.724,86. Esse volume de quase R$ 20 milhões estava previsto para entrar nos cofres da Prefeitura de Jacundá neste ano, o que não aconteceu. É um dinheiro para ser aplicado exclusivamente na área de Educação.

Educação, Administração e Saúde levam a maior fatia do orçamento anual. Na Educação está previsto a aplicação de R$ 64.945.188,55. Em seguida vem a secretaria de Administração, que prevê gastos de R$ 21.472.600,00. E das três maiores, a Saúde ficará com 17.924.297,20.

Na secretaria de Habitação estão previstos gastos de R$ 70 mil. Desporto e Lazer receberá R$ 350 mil; Cultura, com R$ 435 mil; Direito da Cidadania, R$ 451 mil; Indústria, R$ 840,5 mil; Assistência Social, R$ 2.458.134,03; Gestão Ambiental, R$ 1.007.392,00; Agricultura, R$ 2.200.000,00.

A Câmara Municipal tem orçamento estimado em R$ 2.425.501,58, equivalente a pouco mais de R$ 200 mil mensais. Já o Gabinete do Prefeito de Jacundá possui um orçamento de R$ 1.468.000,00. (Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados