Orçamento de Jacundá vai a quase R$ 115 milhões em 2020

Educação, administração e Saúde levam a maior fatia do orçamento anual
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Aprovado pelo Poder Legislativo neste mês de dezembro, o orçamento de 2020 do município de Jacundá é de R$ 114.679.613,36. Para chegar a esse montante, a administração municipal levou em consideração as receitas decorrentes da arrecadação tributária, contribuições sociais, transferências intergovernamentais e outras fontes de receitas.

Pelo segundo ano consecutivo, a gestão do prefeito Ismael Barbosa adicionou os 40% dos recursos do precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), estimado em R$ 19.727.724,86. Esse volume de quase R$ 20 milhões estava previsto para entrar nos cofres da Prefeitura de Jacundá neste ano, o que não aconteceu. É um dinheiro para ser aplicado exclusivamente na área de Educação.

Educação, Administração e Saúde levam a maior fatia do orçamento anual. Na Educação está previsto a aplicação de R$ 64.945.188,55. Em seguida vem a secretaria de Administração, que prevê gastos de R$ 21.472.600,00. E das três maiores, a Saúde ficará com 17.924.297,20.

Na secretaria de Habitação estão previstos gastos de R$ 70 mil. Desporto e Lazer receberá R$ 350 mil; Cultura, com R$ 435 mil; Direito da Cidadania, R$ 451 mil; Indústria, R$ 840,5 mil; Assistência Social, R$ 2.458.134,03; Gestão Ambiental, R$ 1.007.392,00; Agricultura, R$ 2.200.000,00.

A Câmara Municipal tem orçamento estimado em R$ 2.425.501,58, equivalente a pouco mais de R$ 200 mil mensais. Já o Gabinete do Prefeito de Jacundá possui um orçamento de R$ 1.468.000,00. (Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados