NINGUÉM É DE NINGUÉM

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Há quem pense que sentir ciúme é provar que se ama ardentemente. Até descobrir que ele transforma a sua vida amorosa em dolorosa tragédia que termina em amarga separação.

Se fizermos as contas, perceberemos que sofremos mais com as pessoas que amamos do que com as que nos odeiam.
O que você chama de amor não será apenas paixão?
Você vive se inferiorizando por não conseguir atingir os seus vaidosos ideais e sempre escolhe alguém que terá a terrível tarefa de fazê-lo sentir-se melhor. Tortura essa pessoa pra que ela lhe dê uma exaustiva atenção, a mesma que você se nega.
Luta pra ser o dono absoluto do outro, como se o fato de gostar lhe desse esse direito.
O livro de Zibia Gasparetto, pelo espírito Lucius, sob o título – Ninguém é de Ninguém – trata do assunto e o fará refletir sobre o falso e o verdadeiro amor,fará perceber que a vida afetiva é um constante exercício de autodomínio.
No final descobriremos que só possuímos a nós mesmos, pois ninguém é de ninguém! Recomendo a todos que se sentem nessa situação, uma leitura que o fará rever esse tema com uma nova cabeça.

Deixe seu comentário

Posts relacionados