Jacundá tem sexta-feira de fogo com três casas destruídas

As famílias cujas moradias foram consumidas pelas chamas perderam tudo, móveis, roupas e utensílios. Ninguém saiu ferido
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Esta sexta-feira (31) último dia de julho de 2020, foi marcada por dois incêndios que destruíram três residências em Jacundá. Moradores dos bairros Bela Vista e Santa Rita foram surpreendidos pelas tragédias. Vizinhos, Corpo de Bombeiros Civis e servidores da prefeitura trabalharam para controlar as chamas. Nenhuma pessoa ficou ferida.

Por volta de 10h, um incêndio começou na casa da moradora Ana Cléia, no Bairro Bela Vista. A mulher explica que não estava no imóvel quando o fogo começou e diz teria sido causado a partir de um vazamento de gás de cozinha. “Pedi pra fazer a troca do botijão e minutos depois recebi a notícia que minha casa estava pegando fogo”.

As chamas incontroláveis atingiram uma segunda casa. Os moradores auxiliaram no combate ao incêndio que ameaçava outras moradias da Rua Jacundá. “Chegamos aqui para auxiliar no combate ao incêndio e evitar que as chamas se propagassem, o que foi feito. Em seguida, realizamos o rescaldo para evitar novos focos de fogo”, explica Ferreirinha, chefe dos Bombeiros Civis.

O segundo incêndio aconteceu na Rua Nilo Coelho, no Bairro Santa Rita, no início da tarde. Uma casa, também construída de madeira, pegou fogo. No momento não havia morador. Mais uma vez, Bombeiros Civis e o caminhão pipa da prefeitura ajudaram a controlar as chamas. As causas desse incêndio ainda estão sendo investigadas.

As três casas foram destruídas e os moradores perderam móveis, roupas, utensílios domésticos, aparelhos eletrônicos e objetos pessoais no dia considerado “a sexta-feira de fogo em Jacundá”.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados