"HÁ ENTRE O CEU E A TERRA, MUITAS COISAS MAIS DO QUE SONHA SUA VÃ FILANTROPIA"

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A frase machadiana, título desta postagem, em momento lírico do livro Quincas Borba, no qual um personagem desconfiava dos interesses filantrópicos do outro (“ali andou dedo de amor”, dizia), serve como a mão e a luva para a ressurreição de importantes valores outrora esquecidos e que prometem pôr fim à briga de Esaú e Jacó entre Legislativo e Executivo.

Com efeito, o presidente do Senado, Garibaldi Alves, devolveu ao governo a MP 446, que anistia as entidades filantrópicas ameaçadas de perder a isenção fiscal. Garibaldi baseou-se em um artigo do regimento interno do Senado que permite ao presidente da Casa “impugnar as proposições que lhe pareçam contrárias à Constituição, às leis ou a este regimento, devolvendo-as ao seu autor”.
Fonte:Migalhas