GENIVAL SERESTEIRO

Continua depois da publicidade

Amanhã (02) faz quatro anos que morreu o grande amigo e ótimo seresteiro Genival. Genival Veríssimo da Silva, morreu vítima da violência que assola a região sul e sudeste do Pará. Encontrava-se na Loja Paulistinha conversando com o proprietário, quando um jovem, após descer de uma moto, adentrou à loja e disparou tiro certeiro na testa de Genival.
Socorrido pelos funcionários da loja, Genival foi encaminhado ao Hospital Municipal e posteriormente transferido para Goiânia, onde veio a falecer.
Faço aqui a homenagem devida a este ser que em vida foi polêmico, arredio e muitas vezes tido como ignorante. Os que com ele conviviam e tiveram o prazer de ser chamado de amigo, sabem que na verdade, tratava-se de uma figura humana de um coração mole, que gostava de servir e ajudar.
Genival chegou em Parauapebas em 1985. formou dupla sertaneja com Xinguarinha, eram aplaudidos em todos os eventos em que participavam. Desfeita a dupla, Genival começou a carreira solo. Dono de uma voz excepcional, um bom músico, Genival sabia segurar o público. Começava a tocar as festas em todo o sul e sudeste do Pará, sempre agradando a todos.
Quando da sua morte, Genival, agora entregue a religião evangélica, tocava um pequeno pedaço de terras à beira do Rio Araguaia. De onde parece ter vindo o jovem contratado para matá-lo.
Peço a todos os leitores desta postagem que dediquem um minuto do seu dia, pedindo a Deus que ilumine a alma do meu querido amigo Genival, pois, os que o conheceram certamente irão concordar comigo, tratava-se de um grande amigo. Que Deus o tenha !

2 comentários em “GENIVAL SERESTEIRO

    • raquel Responder

      sou esposa de um amigo do seu pai ele gostaria muito de entrar em contado com sua família ele e contador

      por favor pode mim procurar pelo o faze ou no meu imail

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: