Fiscalização integrada no Mosaico de Tucuruí apresenta balanço de dezembro

Os fiscais apreenderam 12.800 metros de malhadeira, 1.964 quilos de pescado, 85 pássaros, três animais silvestres, oito motores rabeta, 12 armas de fogo e quatro motosserras
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Em 15 dias de fiscalização na região do Mosaico de Tucuruí, que compreende sete municípios à montante da Usina Hidrelétrica, a fiscalização coordenada pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio), com apoio da Polícia Militar, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Secretarias Municipais de Meio Ambiente, apresentou o balanço da operação de fiscalização ambiental integrada, realizada no período de 9 a 23 de dezembro passado.

Os números não param de crescer a cada fiscalização para combater a pesca ilegal, caça clandestina e outros crimes ambientais. Nesse período foram apreendidos 12.800 metros de rede de e malhas – apetrecho de pesca proibido, 1.964 quilos de pescado, que foram doados para comunidades de bairros carentes dos municípios de Tucuruí, Jacundá e Goianésia do Pará; 85 pássaros, sendo a maioria da espécie curió (Oryzoborus angolensis); três animais silvestres; oito motores rabeta, 12 armas de fogo e quatro motosserras.

A equipe flagrou ainda um veículo que transportava aproximadamente 700 quilos de pescado no município de Itupiranga. Em Jacundá foi apreendido um caminhão com uma carga ilegal de 22,60 metros cúbicos de madeira serrada.

No mês de novembro do ano passado, em operação semelhante, os fiscais se depararam com um veículo suspeito na Rodovia PA-150, no qual havia quatro pessoas e uma carga ilegal com diversos animais mortos.

O veículo transportava ainda 10 armas de fogo, 95 munições de diversos calibres, além de 11 artefatos de caça. Os homens foram conduzidos à Delegacia local onde respondem a processo civil e administrativamente pelo crime, uma vez que a caça é proibida no Brasil.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Relacionados