Estação Conhecimento de Marabá inicia atividades

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

download (2)

A Estação Conhecimento de Marabá iniciou as suas atividades regulares na segunda-feira, 3 de fevereiro. Nessa primeira etapa serão atendidos cerca de 160 crianças e adolescentes e aproximadamente 30 mães, membros das famílias cadastradas até o momento, um total de 70. Eles participarão de oficinas culturais e esportivas, complementação educacional, além de programações voltadas ao convívio social. As Estações Conhecimento são núcleos de desenvolvimento humano e econômico idealizadas pela Fundação Vale, sendo viabilizadas por meio de parcerias  com entidades da sociedade civil organizada.

Os alunos de 5 a 12 anos, um total de 100 estudantes, participam do Desenvolvimento Criativo e Complementação Escolar (DCCE). O programa  oferece apoio pedagógico, com reforço escolar, jogos e atividades lúdicas, que serão realizadas no contraturno da escola. Desta forma, a criança que estuda pela manhã participará das atividades de complementação educacional à tarde, sem prejuízo ao ensino regular e vice-versa.  Para os alunos de 13 a 17 anos, são ofertadas oficinas culturais, artísticas e esportivas, como dança, música, teatro, capoeira, futebol e atletismo. Ao todo, estão sendo atendidos aproximadamente 60 alunos nesta faixa etária.

Às mães, cerca de 30 mães, participam de uma oficina de ritmos com a orientadora técnica de desportos. Nos meses seguintes, elas irão desenvolver atividades sociais e oficinas de empreendedorismo. Quanto aos idosos, eles vão integrar o grupo de convivência, mas, como ainda estão efetivando suas inscrições, as atividades devem iniciar a partir de março.

Já as crianças de 2 a 4 anos serão inseridas nas atividades do programa de Desenvolvimento Lúdico Infantil, que receberá os pequeninos em tempo integral. A previsão é que essas atividades iniciem ainda neste trimestre.

Com capacidade para atender 150 famílias da comunidade em seu entorno, as atividades da Estação Conhecimento vão promover a inserção de cerca de 750 membros dessas famílias, incluindo aproximadamente 50 idosos, em atividades socioassistenciais voltadas à cidadania, educação social, educação infantil, desenvolvimento criativo e complementação escolar. Entre os critérios de seleção das famílias  atendidas, está o de vulnerabilidade e/ou risco pessoal e social, decorrente de carência econômica. Essas famílias foram identificadas em estudo de campo e após entrevista socioeconômica.

Instalada no bairro São Félix, a Estação Conhecimento de Marabá possui cerca de 30 profissionais, contratados localmente e divididos entre pedagogos, educadores, professores de educação física, nutricionista, apoio técnico, administrativo, zeladores, entre outros.

Para apoiar a operacionalização das atividades da Estação Conhecimento de Marabá, a Fundação Vale firmou um convênio com o Lar Fabiano de Cristo, uma organização sem fins lucrativos criada há 56 anos, especializado em projetos sociais que atua na promoção de famílias em situação de vulnerabilidade social. A primeira atividade que marcou o funcionamento da unidade marabaense foi a colônia de férias, realizada de 13 a 24 de janeiro, beneficiando cerca de 70 crianças e adolescentes.

A primeira Estação Conhecimento foi implantada em Tucumã, em 2008. Atualmente, existem sete unidades em operação, localizadas em cinco estados brasileiros: Pará, Maranhão, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.   Juntas, têm capacidade para cerca de 10 mil beneficiados diretos, sendo 2.5 mil pelo Brasil Vale Ouro, 3.5 mil em Cursos Profissionalizantes, 500 em iniciativas de geração de trabalho e renda.

Publicidade

Posts relacionados