Engenheiros apresentam táxi aquático feito de bambu e movido à energia solar

O projeto é de baixo custo e totalmente sustentável
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – Um pequeno estúdio de designers do Reino Unido desenvolveu um projeto de táxi aquático feito de bambu, com tecnologia fotovoltaica e materiais naturais. A embarcação aquática, movida apenas com energia solar, é um novo meio de transporte aquático totalmente sustentável e de baixo custo, que oferece uma alternativa ecologicamente correta aos barcos a gasolina.

“A ideia era desenvolver uma embarcação de energia solar que fosse extremamente prática, espaçosa e segura”, diz o fundador da Duffy London, Chris Duffy. Segundo ele, o projeto tem o objetivo de unir materiais tradicionais e técnicas de artesanato tradicionais com tecnologia de energia solar e de bateria de ponta. Tudo isso usando design moderno com componentes de fixação de corte a laser de última geração.

O táxi aquático combina um design moderno, um novo meio de baixo custo e transporte totalmente sustentável baseado na água. “É uma alternativa ecológica aos barcos a gasolina e é capaz de aproveitar a energia ilimitada do sol para transportar até quinze pessoas ou cargas com segurança em vias navegáveis em ambientes marinhos. Um projeto de casco duplo moderno, simples e funcional, construído com materiais e processos locais, torna-o uma embarcação versátil e econômica que está pronta para produção imediata e para uso em hidrovias em todo o mundo”, detalhou Duffy.

“Queríamos fazer uma embarcação sustentável que fosse extremamente prática, espaçosa e segura”, disse o fundador da empresa. “Nossa filosofia de design ao longo deste projeto é combinar materiais tradicionais e técnicas artesanais tradicionais com tecnologia solar e de bateria de última geração e combinar tudo isso usando um design moderno e componentes de fixação de corte a laser de última geração.”

A embarcação, nomeada de “pontão hari”, é quase toda feita de bambu de rápido crescimento, um material naturalmente flutuante, amplamente disponível e barato. Segundo os designers, o bambu se autorreplica a enormes velocidades, com fibras e resinas 100% naturais para formar um material de construção forte que possui propriedades estruturais semelhantes às modernas fibras de vidro e compostos de fibra de carbono.

O detalhe é que o bambu usa luz solar, água e dióxido de carbono. Essas propriedades foram criadas para uma embarcação que é movida por energia solar, vive na água e que não apenas produz carbono zero, mas também captura carbono.

Custo

Além de silenciosas, as embarcações movidas à energia solar trazem economia e não poluem a atmosfera. No entanto ainda exige um alto custo inicial. Para solucionar essa questão nos países em desenvolvimento, o estúdio propõe uma cadeia de suprimentos sem fins lucrativos para permitir que os proprietários de negócios comprem o “pontão hari” com uma baixa taxa de juros que funcione por vários anos.

“Queremos que essa embarcação movida a energia solar se torne um sistema de produção em massa simplificado e ecológico, substituindo muitas embarcações movidas a gasolina de tamanho e uso semelhantes. Assim poderíamos criar uma organização sem fins lucrativos para permitir que as embarcações fossem compradas a uma taxa de juros extremamente baixa, inferior ao custo mensal do combustível, para pagar o aumento”, explica Duffy.

Essa iniciativa facilitaria o parcelamento dos custos iniciais parcelados ao longo de vários anos, fornecendo uma renda estável para a população local em suas comunidades. Tudo isso somado a uma solução muito mais ecológica e consciente para as necessidades diárias de transporte, como um táxi. “Esse táxi aquático feito de bambu funcionaria como as bicicletas do Banco Itaú, que são emprestadas para que as pessoas sem veículos possam se locomover ou fazer entregas pelo Ifood”, sugeriu.

Visão geral do projeto

Motores: 1

Tipo de combustível: baterias de íon de lítio

Potência: 60hp, 44kW

Capacidade da bateria: 33kWh

Painel solar: CSUN325-72P

Geração de energia diária: 32kWh

(máximo teórico)

Comprimento: 7m

Largura: 3,5m

Altura: 3m

Tripulação: 2

Passageiros: 15

Máx. Peso: 1800kg

Velocidade máxima: 20 nós

Velocidade de cruzeiro: 8-10 nós Configuração do casco: casco duplo