Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Hoje é o último dia do sinal analógico de TV em Marabá

ONG distribuiu mais de 29 mil kits gratuitos no município, envolvendo 212 servidores, 21 antenistas e diversos parceiros

A Seja Digital, entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável pelo processo de migração do sinal de TV no Brasil, informa que às 23h59 desta quarta-feira, 9 de janeiro, o sinal analógico de TV será desligado em Marabá. A decisão foi tomada pelo Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização dos Canais de TV e RTV), liderado pela Anatel e homologada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Com o objetivo de informar e orientar a população sobre a mudança, além de campanhas em TV, rádio, impressos, portais, redes sociais e do trabalho nas ruas, a Seja Digital realizou eventos e parcerias. O resultado foi uma união de esforços da entidade com prefeituras, voluntários, servidores públicos e líderes comunitários. “Em todos os quatro CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) de Marabá contamos com voluntários fazendo agendamento e orientação, além de ações junto a outros parceiros. As escolas abriram espaço, o serviço de assistência social auxiliou e a Secretaria de Saúde nos permitiu afixar informativos e conversar com a população”, disse Eliana Santos, gerente regional da Seja Digital.

Eliana acrescenta que a Seja Digital conseguiu chegar aos bairros e comunidades, contando com apoio também de lideranças religiosas e das igrejas. “Essas pessoas conseguiram compreender a importância deste momento de desligamento do sinal e contribuíram muito, sendo parceiros importantes.”, finalizou.

Durante o trabalho, 21 antenistas foram capacitados para atuarem na Instalação Solidária e orientarem sobre como deveria ser feita a instalação. A Seja Digital realizou 8 mutirões de Instalação e 21 mutirões de agendamento. Além disso, bairros de Marabá também receberam 3 Caravanas da TV Digital, 7 ações Digital Vai à Praça, 12 ações Porta a Porta, 4 Pit Stop Digital e 6 Gincanas Digitais. Na zona rural ocorreram mais 6 caravanas da TV Digital.

O idoso José Augusto Bezerra da Silva, de 74 anos, diz que costumava desligar o televisor porque a imagem e o som eram muito ruins com o sinal analógico, sempre cheio de chiados e chuviscos. “Agora, não desligo mais minha TV de tão boa que a imagem ficou”, diz José Bezerra. “Gosto de ver um filme bom, o noticiário e o meu Flamengo.”

Distribuição de Kits

Desde o começo das ações, a Seja Digital distribuiu mais de 29 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor, permitindo que diversas famílias tivessem acesso ao sinal digital.

Após o desligamento do sinal analógico, a Seja Digital continuará distribuindo os kits gratuitos por pelo menos mais 30 dias. A expectativa da entidade é que a região siga os passos de Brasília, São Paulo e Recife, e em pouco tempo 100% dos domicílios tenham acesso ao sinal digital. Os canais de atendimento também continuarão à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento: o site www.sejadigital.com.br e a central telefônica 147 (ligação gratuita).

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1.300 municípios tiveram o sinal analógico desligado até janeiro de 2019.