DIVERGÊNCIA DE OPINIÕES

Continua depois da publicidade

Em atenção ao ofício encaminhado pela Coligação “Aliança para o BEM de Parauapebas”, ao Ministério Público Eleitoral, na pessoa do promotor, Dr. Maués, solicitando parecer sobre a retirada dos cavaletes pela Secretaria da PMP, o mesmo respondeu favoravelmente à restituição dos mesmos, se pronunciando pela manutenção do material de propaganda dos candidatos. Quatro dias depois a MMª. Juíza Eleitoral, Drª. Eline Salgado, expede notificação alegando achar em desacordo à aplicação do material nas vias públicas e mantem a ordem de retirada dos cavaletes. Apesar de MPE e Juízo Eleitoral serem órgãos autônomos, dificilmente tomam decisões antagônicas.