Deputada Bernadete fala sobre a presença do governo itinerante no sul do Pará

Na manhã de hoje, 30.08.2011, a Deputada Bernadete concedeu entrevista ao radialista Zeca Moreno, da Rádio Clube de Marabá, onde comentou a chegada do Governo Itinerante na cidade. “É importante …

Na manhã de hoje, 30.08.2011, a Deputada Bernadete concedeu entrevista ao radialista Zeca Moreno, da Rádio Clube de Marabá, onde comentou a chegada do Governo Itinerante na cidade. “É importante a proximidade do Governo de Estado com a população, pois esta terá a oportunidade de colocar suas angústias e necessidades para as autoridades responsáveis”, disse Bernadete.

A Deputada lembrou, porém, que considerável parte das obras e realizações que o Governador vai anunciar hoje está diretamente ligada ao empenho e lutas incansáveis de seu Mandato, como por exemplo, a reforma da PA-150, com requerimentos enviados para a Setran e Ministério Público, o Hospital Regional, construído pelo Governo Ana Júlia e que só de emendas da Deputada teve mais de R$ 1 milhão, as obras do Cabelo Seco, cujo término tem sido veementemente cobradas pela Deputada, e o sistema de saneamento básico, que só para Marabá foram mais de R$ 150 milhões do Governo Federal, através do PAC do Presidente Lula e, em continuidade, da Presidenta Dilma.

“Entendemos a importância do Governo de Estado dar sequência às obras já iniciadas e garantir que os recursos já disponibilizados sejam bem empregados. É um compromisso com a população”, concluiu Bernadete.

Fonte: Assessoria de Imprensa da deputada

Siga o Blog do Zé Dudu no twitter

3 comentários em “Deputada Bernadete fala sobre a presença do governo itinerante no sul do Pará

  1. Luis Responder

    Estão vendo? Só precisamos de alguém para falar por nós (acreditem, é pra isso que servem os deputados). Não precisamos de outros estados.

    Agora uma pergunta: Só temos essa deputada?

  2. Cabral Responder

    Boa tarde leitores.
    Isso é um clássico exemplo do “governo estadual de Belém”, tentando enganar a população do futuro estado de carajás, com a falsa “preocupação” com a esquecida região sudeste do Pará. Mas isso em breve será mudado…

Deixe seu comentário