CASA PRÓPRIA PARA OS QUE LABUTAM NA SEGURANÇA

Continua depois da publicidade

A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, assinou na última quinta-feira (27), em Brasília, o acordo de adesão ao Plano Habitacional, do Ministério da Justiça, que facilita a compra da casa própria para profissionais da segurança pública. O Pará já disponibiliza 270 unidades habitacionais para servidores do estado que atuam na área.

A cerimônia aconteceu na sede do Ministério da Justiça, onde o ministro Tarso Genro também fez a apresentação do projeto de presídio para jovens adultos aos governadores que cumpriram as metas para obter os recursos do projeto. Ao Estado do Pará, foram repassados R$ 14,8 milhões.

A quantia será liberada pela Caixa Econômica Federal, à medida que as obras de adequação ao projeto-executivo, como fundação, terraplenagem e saneamento, por exemplo, forem feitas. No Pará, o presídio para jovens adultos (entre 18 e 24 anos) será construído em um terreno no município de Santa Izabel.

Exemplo – A governadora Ana Júlia Carepa disse que o Pará não poderia ficar de fora do projeto por defender também um novo paradigma para a segurança pública no Estado. “Esse é um exemplo de que o nosso governo cuida de pessoas”, disse ela.


Habitação – A governadora Ana Júlia Carepa disse que o Plano Habitacional, que vai garantir a aquisição de casa para profissionais da segurança pública, já está em andamento no Estado do Pará. Os interessados devem procurar a Caixa Econômica e seguir os procedimentos do banco. Ela confirmou que já existem 270 unidades disponíveis aos servidores. “É uma compra subsidiada”, explicou.

Policiais civis e militares, bombeiros militares, agentes penitenciários e peritos, em especial aos de baixa renda, podem participar do Plano Nacional de Habitação para Profissionais de Segurança Pública.

Agência Pará Notícias