Capitão Júlio será comunicado amanhã (23) das medidas cautelares relativas à sua liberdade condicional

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

julioA Egrégia corte das Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, conforme já anunciado, concedeu ontem (21) Habeas Corpus ao capitão PM Delcidio Júlio (foto), acusado de participação no assassinato do advogado Dácio Cunha. Conforme decisão, ficou a cabo do juiz Libio Araújo Moura informar o denunciado das medidas cautelares a ele impostas para que lhe fosse concedido o HC.

O juiz Libio Moura marcou para amanhã (23), às 8h30 a audiência para esse fim. O capitão Julio já foi intimado, através de seu advogado, Dr. José Arnaldo de Sousa Gama da necessidade de comparecer à audiência, que será realizada na sala de audiências da 1ª Vara Criminal de Parauapebas.

A advogada Betânia Amorim e os PM’s Kacilio e Sousa e Silva, também presos acusados de participação no assassinato do advogado Dácio, permanecem presos em Belém.

Publicidade

Relacionados