Bandidos tentam assaltar micro-ônibus na PA-287, em Redenção

Suspeitos interditaram a rodovia com um pedaço de madeira.Veiculo recebeu disparos, mas fugiu e bandidos assaltaram outro ônibus. Bandidos tentaram assaltar um micro-ônibus na PA-287, próximo a Redenção, no sul …

Suspeitos interditaram a rodovia com um pedaço de madeira.Veiculo recebeu disparos, mas fugiu e bandidos assaltaram outro ônibus.

Bandidos tentaram assaltar um micro-ônibus na PA-287, próximo a Redenção, no sul do Pará. O motorista do veículos conseguiu fugir da ação dos ladrões. Segundo os usuários do transporte na região, os assaltos estão cada vez mais frequentes.

A PA-287 liga os municípios de Redenção a Conceição do Araguaia. Os suspeitos usaram um pedaço de madeira para interditar a estrada. O motorista do micro-ônibus freou e saiu de ré quando percebeu que se tratava de um assalto.

Na fuga, os assaltantes atiraram contra o micro-ônibus e os disparos atingiram o para-brisa, os vidros laterais e o retrovisor interno do veículo. Nenhum dos doze passageiros que estavam no veículo ficou ferido.

O motorista que seguia para Araguaína, no Tocantins, prefere não se identificar e afirma que se sente inseguro. “Antes esse ônibus era escoltado pela polícia e agora não é mais. Enquanto ele era escoltado não foi assaltado, mas depois que parou a escolta os assaltos são toda semana”, conta.

Segundo a Polícia Militar, depois de tentar assaltar o micro-ônibus, os bandidos abordaram no mesmo lugar outro ônibus que viajava para Goiânia e realizaram o assalto. “Quando eles perceberam que o ônibus vinha, eles abandonaram o micro-ônibus e depois de terem efeituada disparo com arma de fogo, pegaram o ônibus, entraram nele e desviaram a rota para a vicinal”, explica o sargento da PM Uilson Alves.

De acordo com Océlia Sales, vendedora de passagens do terminal rodoviário de Redenção, os assaltos aos ônibus na PA-287 são frequentes e deixam os passageiros preocupados. “Infelizmente, está deixando a gente com medo. Quando não é com a empresa da gente é com outra empresa, então a gente vê muita reclamação da falta de segurança e isso afeta a gente porque o passageiro fica com medo de viajar”. (G1-PA)

Deixe seu comentário