Amepa: Nota de pesar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Associação dos Magistrados do estado do Pará, AMEPA, por meio de sua diretoria executiva, LAMENTA profundamente o falecimento de seu associado e Desembargador vice-presidente do Egrégio Tribunal de Justiça, CLAUDIO AUGUSTO MONTALVÃO DAS NEVES, ocorrida na presente data, na cidade de Belém.

A morte do magistrado Claudio Montalvão, às vésperas de completar 29 anos de judicância, enluta a magistratura e em especial as associações de classe das quais fez parte, tendo sido Presidente da AMEPA e vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB.

O Desembargador Claudio Montalvão pautou sua vida funcional na seriedade e competência contínuas. Presidiu mais de 600 Tribunais do Júri, entre eles diversos casos de repercussão na sociedade paraense. Seu vasto currículo funcional, iniciado com a advocacia privada e encerrado no topo da magistratura, é um espelho disso.

Mas, para além da carreira funcional, foi leve no trato pessoal, com simplicidade e humildade. A mesma leveza de alma que o fez trilhar um caminho pessoal do garoto vendedor de jornais e bilhetes de loteria ao respeitado membro do Poder Judiciário de seu estado.

O momento de dor aqui experimentado deve ser abrandado com a lembrança serena de um servidor público exemplar e uma pessoa excepcional, o que servirá de sustento emocional a todos que o conheceram e gozaram de sua convivência.

A AMEPA se irmana na dor dos familiares e à toda família judiciária paraense, permanecendo de luto. “Pois para isso fomos feitos: para a esperança no milagre, para ver a face da morte. De repente, nunca mais esperaremos….Hoje a noite é jovem; da morte, apenas nascemos, imensamente” (Vinicius de Moraes).

DIRETORIA EXECUTIVA AMEPA

Publicidade

Posts relacionados