A ligação que entregou Bin Laden

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Bob Woodward, o premiado repórter do The Washington Post que revelou (junto com Carl Bernstein) o caso Watergate, que derrubou o ex-presidente americano Richard Nixon, nos anos 1970, publicou reportagem na edição de sábado do jornal com um retrato exclusivo sobre a operação de inteligência realizada para pegar Osama bin Laden. A informação mais preciosa é a que abre a reportagem, a de que um único telefonema deu a dica do paradeiro do chefe da Al Qaeda.

Parecia um inócuo telefonema. No ano passado, Abu Ahmed al-Kuwaiti, pseudônimo de um paquistanês conhecido da Inteligência americana como o principal mensageiro de Osama bin Laden, recebeu uma ligação de um antigo amigo. Por onde você andou?, perguntou o amigo. Nós sentimos falta de você. O que tem ocorrido na sua vida? O que você anda fazendo? A resposta de Kuwaiti foi vaga, mas com muito portento. “Estou de volta com as pessoas que estava antes”.

A partir daí, a Inteligência americana teve a certeza que Al Kuwaiti estava trabalhando novamente com Bin Laden, e passou a seguí-lo, até chegar ao complexo de Abbottabad, no Paquistão, onde os SEAL’s mataram Bin Laden. A reportagem, abundante em informações de bastidores, revela quatro detalhes que antes não tinham sido divulgados: uma pessoa – talvez Bin Laden – andava pelo complexo de Abbottabad todos os dias por algumas horas; todos que deixavam o local dirigiam por uma hora e meia antes de colocar a bateria no aparelho celular (para evitar rastreamento); alguns dos conselheiros de Obama achavam que as chances de Bin Laden estar no esconderijo eram de apenas 40%; e que Obama viu a operação inteira por meio de um vídeo sem som.

Outra revelação é que Obama, mesmo em uma situação tensa como essa, conseguiu manter seu humor característico.

Quando o cadáver de Bin Laden estava no chão, um dos SEAL’s da Marinha recebeu o pedido de deitar ao lado para comprar as alturas. O SEAL tinha seis pés de altura. O corpo era várias polegadas maior [a informação dos EUA é de que Bin Laden teria seis pés e quatro polegadas de altura]. Após a informação ser passada para Obama, ele virou para seus conselheiros e disse: “Perdemos um helicóptero de US$ 60 milhões nesta operação. Não podíamos ter comprado uma fita métrica?

Fonte: The Washingtonpost.com