Category Archives: Canaã dos Carajás

Câmara Municipal de Canaã dos Carajás inicia hoje os trabalhos legislativos de 2016

jean carlos ribeiro canaa dos carajasApós o recesso de janeiro, os vereadores de Canaã dos Carajás retornam com seus trabalhos nesta quarta-feira (3), quando acontece a primeira Sessão Ordinária do ano.

O presidente, vereador Jean Carlos Ribeiro (foto) reuniu com toda equipe da Câmara no inicio da semana e agradeceu pelo empenho e trabalho de todos, que resultou em várias ações de sucesso do legislativo Canaense em 2015. Jean também retornou com os momentos de reflexão, baseados em textos da Bíblia Sagrada, que implantou no ano passado. Este encontro vai acontecer todas às segundas-feiras, quando um vereador, funcionário ou assessor vai meditar em um texto bíblico e fazer uma oração.

Mesmo sendo um ano de eleições municipais, o presidente destaca que os trabalhos e ações do legislativo vão continuar ainda mais fortes. Ele lembra que há muitos projetos e programas para os vereadores analisarem e votarem. Um deles será a construção do novo prédio do Legislativo Municipal. Para o presidente, o novo espaço vai trazer mais conforto e acessibilidade a todo cidadão, além de ofertar um local mais adequado para os funcionários daquela Casa de Leis.

Além da nova Câmara, o presidente Jean Carlos tem como meta capacitar ainda mais os servidores do legislativo. Para este ano a presidência da Câmara vai disponibilizar diversos cursos em diferentes áreas da Gestão Pública.

“O Legislativo mais próximo da comunidade”. Com este pensamento a presidência da Câmara vai propor para o ano de 2016 a realização de sessões itinerantes em todas as comunidades de Canaã. Para o vereador Jean Carlos é muito importante que o Poder Legislativo esteja cada vez mais próximo da sociedade, e com isso o cidadão possa participar efetivamente da construção das políticas públicas em sua cidade.

Fonte: Ascom/Câmara

Carnaã 2016 começa no sábado, com a banda Cavalo de Aço

carnavalA programação do Carnaval em Canaã dos Carajás já foi definida pela prefeitura municipal. Serão quatro dias de shows nacionais e regionais, realizados na Praça da Bíblia, na Avenida Weyne Cavalcante. A festa começa com o show de forró da banda Cavalo de Aço, formada por ex-integrantes da banda Cavaleiros do Forró. A folia de momo começa no sábado, 6, às 19h, e termina na terça-feira, 9.

Diversos órgãos do município colaboram para a organização do Carnaã, entre eles as secretarias municipais de Saúde (Semsa), de Trânsito e Transporte (Setran), Fundação de Cultura, Esporte e Lazer (Funcel), Polícia Civil, Polícia Militar, Brigada de Emergências e Conselho Tutelar. A Semsa irá distribuir preservativos e prestar orientações aos brincantes em estande montado no local da festa, além de disponibilizar ambulância e profissionais de saúde para atender às possíveis emergências.

A programação do domingo, 7, será voltada às bandas locais. Faculdade VIP, Carlos e Jonas e Chiclete da Bahia. A banda Mizerê é a atração principal da segunda-feira, 8. Já na terça-feira de carnaval, a Banda Forró do Miúdo ocupa, pelo segundo ano consecutivo, o palco montado na Praça da Bíblia e anima o público local.

Programação

Sábado (06/02): Banda Cavalo de Aço.

Domingo (07/02): Bandas locais (Faculdade VIP, Carlos e Jonas e Chiclete da Bahia).

Segunda (08/02): Banda Mizerê.

Terça (09/02): Banda Forró do Miúdo

Programa Municípios Verdes lança base local na cidade de Marabá

PMVAté quinta-feira (28), uma caravana formada por técnicos que fazem parte da equipe do Programa Municípios Verdes (PMV) irá concluir o lançamento das Bases Locais do programa em oito municípios do estado: Marabá, Dom Eliseu, Redenção, Tailândia, Santarém, Itaituba, Altamira e Almeirim.

Em Marabá, o lançamento da Base Local ocorreu nesta terça-feira (26), assim como na cidade de Dom Eliseu. A Base Local Marabá atenderá os municípios de Itupiranga, Bom Jesus do Tocantins e Novo Repartimento. O PMV visa apoiar o combate ao desmatamento e à degradação florestal no Pará, por meio da consolidação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do fortalecimento da gestão ambiental municipal.

O acompanhamento nos polos – os quais vão atender 44 municípios das regiões sudeste, sudoeste, nordeste e oeste do Pará – será feito in loco por técnicos de uma empresa contratada para contribuir com ações de mobilização para a realização de pactos locais, para o monitoramento e controle do desmatamento e implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) nas localidades.

Participam do evento de lançamento secretários municipais de meio Ambiente e de Agricultura, Sindicatos de Produtores Rurais; Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará); Prestadores de Serviço de ATER/ATES públicos e privados; Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária); universidades (cursos de graduação, pós-graduação e extensão envolvidos), Faepa (Federação da Agricultura e Pecuária do Pará), Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Organizações não Governamentais (ONG’s) e demais atores das governanças locais.

O evento de lançamento nos municípios visa apresentar aos representantes do governo municipal, sociedade civil organizada e produtores rurais, a Base Local e suas atribuições. Além disso, o encontro busca fortalecer o vínculo entre estes atores e conscientizá-los sobre a importância de um trabalho conjunto para a redução do desmatamento ilegal.

Canaã dos Carajás

Em outubro do ano passado, durante a 19ª Reunião do Comitê Gestor do Programa Municípios Verdes, quatro novos municípios passaram a integrar a lista do PMV, entre eles, a cidade de Canaã dos Carajás. A certificação chegou após o cumprimento de sete metas estabelecidas pelo projeto, executado em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), com o objetivo de combater o desmatamento e fortalecer a produção rural sustentável, através de ações estratégicas de ordenamento ambiental e fundiário.

Na época, o gestor de Meio Ambiente de Canaã dos Carajás, Reginaldo Ferreira, listou alguns dos avanços do município nos últimos anos. “Nós nos propusemos também a verificar todos os focos de desmatamento e, nos últimos três anos, não recebemos denúncias nem boletim de desmatamento no município. Não estamos na lista dos municípios embargados pelo Ministério do Meio Ambiente e atingimos 84% das áreas cadastráveis inscritas no CAR”, disse.

Canaã dos Carajás foi o município brasileiro que mais contratou em 2015, segundo o Caged

canaaSegundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (21), o município de Canaã dos Carajás foi que mais contratou em todo o Brasil em 2015, com 2.801 novas vagas abertas.

Em todo o país, as demissões superaram as contratações em 1,54 milhão de vagas formais em todo ano passado. O número representa forte piora em relação 2014, quando foram criados cerca de 420 mil empregos com carteira assinada.

Em 2015, na região de Carajás, Parauapebas teve déficit de 3.602 vagas;  Marabá apresentou déficit de 2.649 vagas; Curionópolis 529 vagas e Eldorado dos Carajás fechou o ano com menos 19 vagas de emprego.   

129 toneladas de cobre sem documentação fiscal e ambiental são apreendidas em Belém

Uma carga de 129 toneladas de cobre é motivo de denúncia de furto que teria ocorrido em dezembro no município de Ourilândia do Norte, sudeste do Pará. O produto foi transportado via rodoviária, em containers, até o porto Amazon Dry Port, na rodovia Arthur Bernardes, em Belém, onde está apreendido desde o último final de semana.

FOTO: ASCOM SEMAS
DATA: 14.01.2016
BELÉM - PARÁUma carga de 129 toneladas de cobre é motivo de denúncia de furto que teria ocorrido em dezembro no município de Ourilândia do Norte, sudeste do Pará. O produto foi transportado via rodoviária, em contêineres, até o porto Amazon Dry Port, na rodovia Arthur Bernardes, em Belém, onde está apreendido desde o último final de semana.

O diretor de Investigação de Operações Especiais, da Polícia Civil, delegado Neivaldo Silva, acionou a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) para participar da operação em função do produto mineral envolvido na questão. O trabalho conjunto envolve também a Secretaria de Fazenda (Sefa) e o Instituto de Perícias Científicas Renato Chaves.

O delegado Neivaldo Silva estranhou o fato de a embarcação com a carga ter percorrido todo esse trajeto pelas estradas – de Ourilândia do Norte até o porto de Belém – sem qualquer documento fiscal ou ambiental. Além disso, o material já estava todo acondicionado em contêineres, com destino definido para a Índia sem documento autorizando a exportação. “Enquanto não se definir a propriedade do material apreendido e feita as perícias necessárias, não haverá liberação a qualquer interessado, para preservar o interesse do Estado sobre as condições em que esse material seria exportado, bem como os danos ambientais e fiscais ocasionados”.

A fiscalização da Semas, por meio da técnica Sandra Aquino, lavrou um auto de infração a Célio Correa por transporte de minério sem a devida Licença Ambiental. O porto Amazon Dry Port também recebeu notificação para que o produto apreendido não saia do porto sem a necessária autorização do órgão ambiental e da Polícia Civil.

Entenda o caso – O denunciante detalha na ocorrência, que desde o dia 14 de dezembro seguiu a trilha da carga roubada, de sua propriedade, depois que contratou Célio Antunes Correa, para beneficiar o minério comprado da Cooperativa de Mineradores, Agricultores e Colonos de Ourilândia do Norte e Canaã dos Carajás e transportá-lo para Belém, com a finalidade de exportação. Segundo ainda a denúncia, o contratado e a carga sumiram e só foram encontrados em Belém.

Célio Correa, denunciado, narrou aos investigadores que desconhece o denunciante e que adquiriu o produto de uma mineradora de Curionópolis, na mesma região citada.

Ainda há necessidade de se confirmar, através de perícias, se o material é realmente minério de cobre e o Instituto de Perícias Científicas Renato Chaves vai realizar os exames no produto apreendido.

Fonte: Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Prefeitura e ICMBio iniciam Plano de Trabalho para abertura da Flona de Carajás por Canaã

Flona de Carajás - Conexão jornalismoA prefeitura de Canaã dos Carajás e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), por meio da chefia da Floresta Nacional de Carajás (Flona), vão iniciar essa semana a elaboração do Plano de Trabalho para a abertura da reserva florestal para visitação, partindo de Canaã dos Carajás, e para a criação de um Centro de Educação Ambiental no município.

O “pontapé inicial” para a elaboração do Plano foi dado em reunião, nesta terça-feira (15), no gabinete do prefeito Jeová Andrade, com a presença de representantes da administração da Flona e das secretarias de Meio Ambiente, Educação e Desenvolvimento Econômico.

À prefeitura caberá garantir uma estrutura para o Centro de Educação Ambiental, além de profissionais para o projeto. Já o ICMBio fará a capacitação do corpo técnico e vai monitorar o andamento do programa, juntamente com a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Após a implantação do projeto, a licença para a entrada no Núcleo Urbano e para o zoológico de Carajás também serão expedidos pelos órgãos municipais de Canaã.

O prefeito Jeová Andrade celebrou a parceria, lembrando que Canaã dos Carajás, e a região Sul do Pará, são privilegiados por terem uma grande diversidade ambiental. “Vamos abraçar esse projeto. O que o município tem que investir é pouco diante do retorno que isso vai nos trazer em turismo no futuro”, disse.

Jeová também lembrou que, recentemente, Canaã recebeu o selo do Programa Município Verde, do governo do Estado, e destacou que essa responsabilidade “não pode ficar só no papel”.

Já o chefe da Flona de Carajás, Frederico Martins, reforçou a intenção de ficar mais próximo a Canaã. “A gente vê que a comunidade está presente nas discussões e abraçando essa causa”.

Veja como ficará a distribuição do eleitorado de Parauapebas e Canaã dos Carajás com a criação da nova Zona Eleitoral no município.

Na próxima terça-feira, 22, em Parauapebas, conforme noticiado com exclusividade aqui no Blog, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará instalará a 106ª Zona Eleitoral do Estado. A nova ZE será desmembrada da atual 075ª, que hoje conta com  193.713 eleitores, sendo 38.990 de Canaã dos Carajás e 154.714 de Parauapebas.

O processo de criação da nova Zona Eleitoral em Parauapebas data de 2010, mas somente em 2011 foi encaminhado ao TSE, que estabeleceu, para a Região Norte, o critério de, no mínimo, 35.000 eleitores na zona criada e na remanescente quando a densidade demográfica for superior a 10 habitantes/ Km2, faixa onde se enquadra o município de Parauapebas com 22,35 habitantes/ Km2.

A população eleitoral de Parauapebas cresceu de 70.774 eleitores em 2007 para 135.415 eleitores em 2014, ou seja, houve crescimento de 106%, contra 28% dos eleitores do restante do Pará e apenas 16% do Brasil, fato que ratificou a necessidade da criação de uma nova Zona Eleitoral no município.

Pela 075ª Zona Eleitoral responderá a juíza Adelina Luísa Moreira Silva e Silva e a promotora Crystina Michiko Taketa Morikawa como representante do Ministério Público. Já pela 106ª Zona Eleitoral responderá o juiz Acrísio Tarja de Figueiredo, tendo o promotor Hélio Rubens Pinho Pereira como representante do Ministério Público.

Confira como ficará a distribuição do eleitorado nas duas Zonas Eleitorais, assim como os locais de votação:

image

image

TRE-PA instalará segunda Zona Eleitoral em Parauapebas no dia 23 de dezembro

A partir do dia 23 de dezembro próximo o município de Parauapebas passará a contar com duas Zonas Eleitorais, já que o Tribunal Regional Eleitoral aprovou a instalação de mais uma Zona Eleitoral, com jurisdição em Parauapebas. A nova Z.E. recebeu o número 106.

Atualmente Parauapebas conta apenas com uma Zona Eleitoral, a 075ª, que abrange também o município de Canaã dos Carajás. Segundo dados do TRE-PA, a 075ª tem hoje 164.286 eleitores cadastrados, sendo 137.535 em Parauapebas e 26.751 em Canaã dos Carajás. Os dois municípios estão em processo de recadastramento biométrico.

Confira a íntegra da Resolução que autorizou a instalação da 106ª Zona Eleitoral:

RESOLUÇÃO Nº 5.321

INSTRUÇÃO Nº 141-98.2015.6.14.0000 (106ª ZONA ELEITORAL) MUNICÍPIO DE PARAUAPEBAS – PARÁ

RELATOR: DESEMBARGADOR RAIMUNDO HOLANDA REIS

FIXA INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DA 106ª ZONA ELEITORAL, COM JURISDIÇÃO NO MUNICÍPIO DE PARAUAPEBAS.

O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PARÁ, no uso de suas atribuições legais; e Considerando a decisão desta Corte que aprovou a criação de Zona Eleitoral no Município de Parauapebas, por divisão da 75ª Zona Eleitoral – com sede no mesmo município, consubstanciada na Resolução nº 4.872, de 20/04/2010, homologada pelo Tribunal Superior Eleitoral em 25/06/2015; e Considerando a necessidade de expedir instruções, a serem observadas para instalação e imediato funcionamento da nova unidade eleitoral neste Estado, RESOLVE:

  • Art. 1º – Instalar a 106ª (centésima sexta) Zona Eleitoral, com sede em Parauapebas, no dia 23 de dezembro de 2015.
  • Art. 2º – Ficam a cargo da Presidência deste Tribunal os procedimentos necessários à instalação e imediato funcionamento da 106ª Zona Eleitoral – Parauapebas.

Sala das Sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, em 1º de dezembro de 2015.

Desembargador RAIMUNDO HOLANDA REIS – Presidente e Relator, Desembargadora – CÉLIA REGINA DE LIMA PINHEIRO, Juíza Federal – LUCYANA SAID DAIBES PEREIRA, Juiz – ALTEMAR DA SILVA PAES, Juíza – EVA DO AMARAL COELHO, Dra. MARIA CLARA BARROS NOLETO – Procuradora Regional Eleitoral Substituta.

Atualização
A Assessoria de imprensa do TRE-PA entrou em contato com o Blog para comunicar que, por uma adequação da agenda da presidência, o evento que instalará a 106ª Zona Eleitoral em Parauapebas acontecerá no dia 22 de dezembro e não no dia 23 conforme a Instrução Normativa mencionada.

Canaã dos Carajás alcança o primeiro lugar no Índice FIRJAN no Pará

A segunda edição de 2015 do Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal aponta Canaã dos Carajás como sendo o de maior desenvolvimento do estado. O índice divulgado no início do mês levou em consideração dados de 2013 e colocou Canaã à frente de todos os outros municípios paraenses e na posição de número 1.344 entre 5.517 municípios brasileiros.

O índice vai de 0 (zero) a 1 (um) e a classificação dos municípios ocorre da seguinte forma:

  • superiores a 0,8 pontos: alto desenvolvimento;
  • entre 0,6 e 0,8 pontos; desenvolvimento moderado;
  • entre 0,4 e 0,6 pontos: desenvolvimento regular;
  • inferiores a 0,4 pontos: baixo desenvolvimento.

Canaã ficou com 0,7351 pontos, em 1º lugar, enquanto Belém obteve 0,6967, ocupando a quarta posição.

Os dez primeiros no Pará são:

  1. Canaã dos Carajás;
  2. Parauapebas (nota 0.7220);
  3. Altamira (nota 0.7012);
  4. Belém (nota 0.6967);
  5. Castanhal (nota 0.6894);
  6. Marabá (nota 0.6830);
  7. Paragominas (nota 0.6818);
  8. Santarém (nota (0.6710; 
  9. Ananindeua (nota 0.6531)  e
  10. Tucuruí (nota 0.6323)

O IFDM – Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal – é um estudo do Sistema FIRJAN que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego & renda, Educação e Saúde. Criado em 2008, ele é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Canaã dos Carajás - Foto Portal Canaã

Desde 2008, Canaã dos Carajás apresenta evolução neste índice, com uma leve queda na edição de 2014, quando chegou a ocupar o 5º lugar do Pará. Em 2015, Emprego e Renda foi a área de desenvolvimento o melhor desempenho do município, seguida por educação e saúde.

Confira todas as edições do IFDM aqui.

Sistema FIRJAN

O Sistema FIRJAN é o representante de todas as indústrias do estado do Rio de Janeiro, que conta com 104 sindicatos e 7.103 colaboradores e 283 estagiários. Com suas cinco organizações (SESI, SENAI, IEL, FIRJAN e CIRJ), o Sistema FIRJAN atua em áreas fundamentais, como a competitividade empresarial, a educação e a qualidade de vida do trabalhador e de seus familiares.

A FIRJAN atua nas esferas municipal, estadual e federal para defender questões que impactam diretamente a competitividade da indústria. Também desenvolve estudos e pesquisas sobre temas fundamentais para o desenvolvimento da indústria com o objetivo de antecipar tendências, informar e apontar soluções para questões tributárias e gargalos nas áreas de infraestrutura, inovação, logística, entre outras.

Grupos Mateus e LeoLar unem força pelo fortalecimento do comércio varejista no sudeste paraense

Mateus - Leolar