Série produção rural: investimentos da Prefeitura reforça empreendedorismo rural

hot1

A família da agricultora Andréa Silva tomou uma decisão que demonstra a importância dos investimentos da Prefeitura para a ampliação da produção rural no município: deixou o trabalho e a vida na zona urbana da cidade, arrendou um pedaço de terra e começou a investir na agricultura familiar.

Com uma área arrendada de sete alqueires (na região da Paulo Fonteles), pagando mensalmente o valor de R$ 350,00, a família gastou todas as economias na estruturação da terra e quando os recursos chegaram ao fim, procurou a Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) e recebeu apoio de gradeamento, adubo, sementes, mudas e orientação técnica.

“Meus pais são agricultores até hoje e eu sempre tive vontade de retornar para o campo. Deixei o trabalho de supervisora em uma empresa e vim pra cá com meu marido e um amigo. Temos três meses trabalhando e já vimos bons resultados, em um sábado desses vendi mais de R$ 500 só de hortaliças”, reforça a produtora destacando a importância do apoio da prefeitura para o sucesso do seu empreendimento rural.

Todo o trabalho de preparação da terra, plantio e colheita é realizado por Andreia, seu esposo e o amigo da família, o grupo já pretende procurar novas áreas para ampliar a produção. Diego Ribeiro, zootecnista da Sempror e coordenador da região Paulo Fonteles, destaca que Andrea é um dos muitos exemplos de produtores que tem alcançado renda suficiente para manter suas famílias com a produção rural, contando com apoio da prefeitura.

Avaliação do trabalho desenvolvido na Zona RuralSugestão de Pauta

Para Horácio Martins, secretário municipal de Produção Rural, é satisfatório ver produtores alcançando bons resultados, isso é o fruto do trabalho da equipe da Sempror e colabora para o alcance do objetivo almejado por todos que é a independência do pequeno produtor rural.

“Queremos que o produtor tenha condições para gradear a sua terra, comprar suas sementes, comercializar seus produtos, sem necessitar da dependência de governos. Queremos agricultores independentes e produtivos, todo o apoio que damos é com esse objetivo”, destaca o secretário.

Sobre os investimentos realizados pela Sempror na zona rural, Horácio Martins destaca números impressionantes como a construção de 135 tanques de piscicultura e a entrega de 175 toneladas de rama de maniva (muda de mandioca), durante o período do Plano Safra 2013/2014.

“Queremos ser referência na produção de farinha em todo o estado do Pará, assim como na produção de peixes, estamos trabalhando para isso”, informa o secretário antecipando também que está desenvolvendo um trabalho específico para a comercialização de peixe para a merenda escolar.

Expoama Vale apresenta em estande principais projetos em Marabá

expoama 2014                              VALE-LOGOMARCA

Visitantes da Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama) poderão conhecer este ano no estande da Vale, uma das patrocinadoras do evento, um pouco mais sobre a prática da mineração sustentável, a importância dos minérios no dia a dia das pessoas e os principais projetos da empresa no município. Por meio da tecnologia de equipamentos multimídia, os visitantes poderão acessar ainda informações sobre a unidade do Salobo e os investimentos na logística de transporte da ferrovia Carajás. A abertura oficial do evento será neste sábado (12/07), às 20h.

Dados sobre a ecoeficiência empregada pela Vale em seus empreendimentos e as medidas para a conservação da biodiversidade poderão ser conhecidos em totens interativos. Assim como, informações sobre os projetos de Expansão da Estrada de Ferro Carajás e o S11D, a ferrovia Carajás e o trem de passageiros também poderão ser acessados.

Sobre o Salobo, o visitante poderá conferir informações sobre sua atuação sustentável e principais investimentos ambientais.  O Salobo é o maior projeto de cobre da Vale e sua mina está localizada em Marabá, a 260 km da sede do município. O empreendimento opera dentro da unidade de conservação Floresta Nacional Itapirapé-Aquiri, patrimônio natural, que a Vale ajuda a proteger.

Sobre a Expoama

Há seis anos, a  Expoama conta com a parceria da Vale para a sua realização. O evento está entre as maiores vitrines do agronegócio do  Pará.  A expectativa da coordenação da exposição  é receber cerca de 400 mil  visitantes nos 9 dias de feira, que acontece de 12 a 20 de julho, no Parque de Exposições de Marabá.

Os estandes irão funcionar das 19h às 22h, de segunda a quinta e das 19h às 00h00, na sexta, sábado e domingo. Realizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá, o evento conta com o patrocínio e apoio de diversas empresas e instituições.

Feirantes de pescado iniciam vendas no Centro de Abastecimento de Parauapebas

Os comerciantes da Feira do Produtor que trabalham com pescado, carne e marisco já estão instalados no Centro de Abastecimento de Parauapebas (CAP). A transferência aconteceu na última quinta-feira (10) e nesta sexta-feira (11) e os feirantes já realizam suas atividades no novo espaço.

Antes de iniciar as vendas todos os presentes no CAP participaram de culto ecumênico e café da manhã em agradecimento pelo novo local concedido pela Prefeitura Municipal.  Entre eles, Neuza Baiana, 47 anos. A comerciante que trabalha como feirante há 20 anos, contou que o momento foi de agradecer a Deus pela melhoria recebida.

“Sempre sonhei com um local melhor para trabalhar e hoje recebi essa benção. Esse mercado lindo que vai melhorar minhas condições de trabalho. Estou muito satisfeita”, contou Neuza que está entre os 67 feirantes do segmento de pescado.

Com 58 anos e 18 deles desenvolvendo a atividade de feirante, Manoel Maciel relata que a mudança chegou na hora e acredita que o local vai ser melhor para todos. “Trabalhávamos em um lugar sujo, com mau cheiro e péssimas condições. Agora tudo vai mudar porque temos um local com higiene. Estou muito otimista, acredito que tudo dará certo para todos nós”, afirmou.

Para o secretário adjunto de Produção Rural, Erasmo Rodrigues, o evento realizado pelos feirantes mostra a satisfação deles com o novo espaço oferecido pelo governo. “É bom ver que eles estão felizes com essa estrutura que está entre as melhores do estado. Aqui eles vão aumentar sua produção e comercialização”, declarou o secretário. 

A transferência dos produtores rurais do segmento de hortifrúti será realizada nesta sexta-feira (11) e no sábado (12). O Centro de Abastecimento de Parauapebas, que fica localizado na Estrada Faruk Salmen já está de portas abertas para receber consumidores.

Fonte: ASCOM PMP

Comunicado

DMTTA Prefeitura Municipal de Parauapebas informa que a partir das 13h desta sexta-feira (11), o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) interditará a Rua 14, no trecho entre as ruas A à E, sendo o trânsito desviado pela Rua Marcos Freire.

A ação acontece para que os feirantes retirem suas barracas de forma segura durante a demolição da Feira do Produtor que será feita às 19h. Esses feirantes retornarão ao local logo após a demolição e em algumas semanas serão transferidos para o Shopping Popular, próximo ao Centro de Abastecimento de Parauapebas (CAP).

Os feirantes que desenvolviam suas atividades na área interna da Feira do Produtor já estão instalados no CAP, localizado na rodovia Faruk Salmen.

Ascom PMP

Vale inicia entrega de trilhos retirados da EFC ao Incra

Teve início, na última terça-feira, dia 09, em Marabá, o trabalho de entrega de trilhos da empresa mineradora Vale ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A ação é resultado de um Termo de Acordo firmado em 21 de maio deste ano, o qual prevê a doação de trilhos inservíveis para as operações ferroviárias da mineradora.

Superintendente substituto e equipe da Vale acompanham o trabalho de carregamento

Nesta primeira etapa serão entregues 331 toneladas, que totalizam 4.900 metros de trilhos, que serão aplicados na construção de pontes em assentamentos rurais nos municípios do sul e sudeste do Pará. O Incra vai repassar os trilhos para as prefeituras, algumas das quais mantém convênios de infraestrutura em projetos de assentamento da região. A prefeitura de Pau D’Arco, por exemplo, será contemplada com 1.200 metros dessas peças.

Superintendente substituto assina o Termo de Entrega dos trilhos

O superintendente regional substituto do Incra no Sul do Pará, Antônio Rego, que acompanhou o carregamento dos trilhos para a prefeitura de São Geraldo do Araguaia, expôs o objetivo da parceria: “A iniciativa visa melhorar a qualidade das pontes, viabilizando a locomoção dos assentados e o escoamento da produção destes agricultores familiares. Pleiteamos os trilhos junto à Vale e conseguimos estabelecer uma ótima parceria”.

Delegado da PF é denunciado por execução de índio no Pará

Um delegado da Polícia Federal foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por homicídio qualificado no Pará. Segundo a procuradoria, Antonio Carlos Moriel é responsável pelo assassinato do indígena Adenilson Kirixi Munduruku, durante a operação Eldorado, no dia 7 de novembro de 2012. O crime ocorreu na aldeia Teles Pires, na divisa do Pará com o Mato Grosso.

Testemunhas afirmam que a vítima foi executada com um tiro na nuca, depois de ter sido baleado três vezes nas pernas. A exumação do corpo condiz com os relatos. Se a Justiça aceitar a denúncia, o delegado pode ser condenado a até 30 anos de prisão.

Aldeia Teles Pires

A operação visava destruir balsas ilegais de garimpo nas terras indígenas Munduruku e Kayabi. No dia 7 de novembro de 2012, “um dos caciques chegou perto do delegado tentando conversar com este para que não desse continuidade na destruição da balsa. O denunciado afirmou que a operação teria que ser realizada, e ainda empurrou a referida liderança indígena. Em reação, um dos indígenas que estava no local empurrou o braço do delegado Moriel, e como estavam próximos ao rio, em uma área de declive o denunciado veio a cair na água. Após tal situação, policiais federais passaram a atirar contra os indígenas e em direção ao rio. Atrás do cacique Camaleão estava um outro indígena, a vítima Adenilson Kirixi Munduruku”, narra a denúncia do MPF.

Segundo o MPF, todos os agentes da PF que participaram da ação dizem não se recordar do ataque porque estavam ocupados tentando controlar os indígenas. Outros três indígenas foram feridos gravemente na operação, contudo, o MPF não conseguiu provas que ligassem as lesões à ação da polícia. Com isso, somente Moriel foi denunciado.

Falcões são resgatados no Unique Shopping Parauapebas

Ontem (09), o Unique Shopping recebeu duas visitas inusitadas. Funcionários encontraram no estacionamento dois falcões da espécie Falco Sparverius.

Foto Bianca SabrinoAs aves foram resgatadas pela brigada do corpo de bombeiros do shopping, que acionou o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). “Estávamos realizando uma inspeção de rotina nos equipamentos da brigada, quando verificamos uma movimentação no local. Ao averiguar, constatamos que dois falcões estavam na grama. Logo acionamos a administração e os funcionários transportaram os animais ao ICMBio”, diz o Coordenador da brigada de bombeiros do Unique Shopping, Wilson Rogério de Melo.

Segundo o chefe da Floresta Nacional de Carajás, Frederico Drumond Martins, as aves estão aparentemente saudáveis. “Os falcões foram encaminhados para o Parque Zoobotânico Vale. Lá, ficarão em quarentena e passarão por avaliação, antes de serem devolvidos ao seu habitat”, diz o chefe da unidade de conservação. As duas fêmeas em idade “sub adulta” são aves nativas da Floresta Nacional de Carajás.

O ICMbio informa que somente animais silvestres nativos da floresta são recebidos pelo Instituto. “Recebemos todo tipo espécie nativa da Floresta de Carajás. Caso o cidadão encontre algum animal, é preciso entrar em contato e fornecer algumas informações, e em seguida, havendo possibilidade, trazer-lo à sede do Instituto”, ressalta Frederico Drumond.

ICMBio Parauapebas:
Endereço: RUA J, 202 Bairro União
Telefone: (94) 3328 1901/ 1906

Centro de Abastecimento de Parauapebas começa a funcionar no sábado (12)

Nesta sexta-feira (11), a Prefeitura de Parauapebas inicia a transferência dos feirantes da conhecida Feira do Produtor para o Centro de Abastecimento de Parauapebas (Cap), localizado na Estrada Faruk Salmen. No sábado (12), a feira estará funcionando no novo espaço.

10529579_901827346498408_1887459779_n (1)

Com dois pavimentos, o Cap possui mais de 300 pontos comerciais, sendo 200 destinados aos produtores rurais para venda de hortifrúti; 67 boxes para vendas de peixes, carnes, frango; 42 salas para lojas de artesanato, lanchonetes, salão de beleza, casa lotérica, farmácia entre outros segmentos. Ele ainda conta com um amplo estacionamento e acessibilidade para cadeirantes.

Shopping popular

Os feirantes que trabalham na área externa da Feira do Produtor também serão remanejados, mas a mudança está prevista para a próxima semana. A Prefeitura alugou uma área com mais de 10 mil m²,  e capacidade para receber mais de 500 ambulantes. A área que fica próximo ao Cap recebe infraestrutura básica como esgoto, água, banheiro e sinalização. Cada feirante terá uma espaço de 9m² para desenvolver suas atividades.

Fonte : Ascom

CDC Rock acontece neste fim de semana

10545039_901842376496905_399328518_n

No sábado (12), a partir das 21h, no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC), bandas locais e de Belém farão apresentações comemorativas ao Dia Mundial do Rock (13). Em três horas e meia de show, o CDC Rock trará sons de heavy metal, folk, indie rock, hardcore, rock ‘n’ roll, punk, rap, reggae rock e thrash. O evento é realizado pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). A organização fica por conta do Coletivo Rock’N’Roll Underground. A entrada será franca.

Fonte: Ascom

Vale e Prefeitura de Canaã dos Carajás firmam convênio para melhorar o abastecimento de água do município

downloadvbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbA parceria também prevê a implantação de um laboratório de análise da qualidade da água que é distribuída na cidade.

Vale e Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás formalizaram um convênio para viabilizar ampliação e melhorias na captação de água da barragem do Rio Verde, que abastece a cidade, assim como a implantação de um laboratório de monitoramento do tratamento e controle da qualidade da água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Canaã dos Carajás.

Entre as melhorias previstas estão a substituição do sistema de captação de água por outro de maior eficiência e a construção de dois poços artesianos no Bairro Jardim das Palmeiras. Essas obras vão permitir aumentar a disponibilidade de água para a cidade, bem como a qualidade da água oferecida à população, de forma ordenada e sustentável, contribuindo para o desenvolvimento regional.

O convênio prevê o aporte de recursos de até R$ 2.751.280,97 pela Vale, em valores parcelados e condicionados à apresentação e validação da execução financeira das obras, que ficarão sob a responsabilidade do Município, por meio de empresa contratada.

969798_176969879136255_116027123_n

A iniciativa visa à melhoria contínua da qualidade de vida da comunidade local e está prevista no Programa de Apoio à Gestão Pública Municipal, dentro do Projeto de Saneamento Básico, definidos com base nos resultados apontados pelo diagnóstico participativo e integrante do Programa de Educação Ambiental do Projeto Ferro Carajás S11D, em fase de implantação pela Vale.

Outras contribuições da Vale neste sentido foram a adequação, revisão e complementação dos projetos básicos do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) e do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Canaã dos Carajás, além do apoio para a elaboração do plano de saneamento municipal, por meio de contratação da empresa Terra Meio Ambiente em 2013, e do projeto executivo do futuro aterro sanitário do município, em 2014.

Os documentos foram protocolados na Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) com o objetivo de auxiliar o município na obtenção de recursos para a implementação das ações previstas nos projetos, o que viabilizou a assinatura de um convênio, no valor de R$ 16.932.450,06, entre Prefeitura Municipal de Canaã e FUNASA.