Semed planeja pagamento retroativo referente à mudança de nível de professores da rede

Na última sexta-feira, 15, foi realizada uma reunião entre Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará – subsede Parauapebas (Sintepp) para tratar do assunto. No encontro solicitado pelo próprio sindicato, ficou estabelecido e acordado entre as partes que o cronograma de pagamento das referidas progressões seria definido após um levantamento financeiro realizado pela Secretaria Municipal de Administração (Semad).

O motivo, além da necessidade de avaliação pormenorizada da situação e verificação de cada caso individualmente, é o grande volume de recursos destinados ao pagamento de professores e demais servidores nos meses de maio e junho, o que representa um impacto significativo sobre a folha de pagamento. No final deste mês será realizado o pagamento retroativo do aumento de salário concedido aos servidores (10% de acréscimo) e do aumento do vale alimentação, que passou de R$ 350,00 para R$ 400,00. No final do mês de junho, será realizado o pagamento do mês, mais o referente às férias e 1/3 sobre as férias dos professores da rede.

Por esses motivos, causa surpresa a nota de repúdio emitida pelo Sintepp, que além de ir contra o acordo firmado na reunião mencionada anteriormente, distorce informações e não menciona a necessidade real de planejamento para o pagamento da mudança de nível dos professores.

A Prefeitura de Parauapebas reforça o seu compromisso com uma educação de qualidade no município, sempre em obediência à legislação vigente, e lamenta que fatos como esse tentem influenciar a opinião pública de forma inadequada. A Secretaria Municipal de Educação segue buscando a melhoria no ambiente e nas condições de trabalho dos professores e irá cumprir o que a lei determina, com responsabilidade e cuidado com os gastos públicos. (ASCOM PMP)

Novo Ouvidor Agrário Regional toma posse no Sul do Pará‏

Tomou posse na última quinta-feira (14), o novo Ouvidor Agrário Regional, Wellington Bezerra da Silva. Ocupante de cargo efetivo do Incra em Marabá, Wellington possui formação acadêmica em História e Pedagogia e Pós graduação em Docência do Ensino Superior.

DSC_5003

Trabalhou no Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR) e no Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), onde teve a oportunidade de dialogar e discutir com os movimentos sociais, sindicatos, prefeituras e igrejas, a melhor forma de atender a população do campo. Também, através destes trabalhos, teve a oportunidade de conhecer todos os 39 municípios da região que são atendidos por essa Superintendência do Incra. Segundo o novo ouvidor, esta experiência foi fundamental para estreitar relações com esses segmentos e conhecer a realidade dos trabalhadores rurais.

A Ouvidoria Agrária é uma instância ligada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário que atua na prevenção e mediação de conflitos agrários. O Sul do Pará concentra uma das maiores demandas por terras no país, gerando grande incidência de conflitos agrários. Neste contexto, a Ouvidoria Agrária Regional busca se aproximar dos focos de conflitos da região, atuando nas questões mais urgentes que envolvem a violação dos direitos humanos e buscando soluções para a paz no campo.

Incêndio destrói parte do arquivo público de Marabá

Inêndio MarabáUm incêndio ocorrido na noite de ontem, terça-feira (19), em Marabá atingiu parte do prédio da Secretaria de Administração, onde funciona o arquivo público da cidade. Segundo os bombeiros, um grande volume de documentos foi destruído e ninguém se feriu.

O fogo começou por volta das 21h e as chamas se espalharam rapidamente devido à grande quantidade de papel que havia no local. Um carro que estava estacionado na garagem também foi danificado pelo incêndio.

“Foi um serviço delicado para a gente evitar que o incêndio se propagasse para outros locais,
mas foi rapidamente controlado”, disse o tenente coronel do Corpo de Bombeiros, Paulo César.

A câmera do telefone celular de um morador registrou a dimensão das chamas, que foram contidas com a chegada de equipes do Corpo de Bombeiros e do Exército.

O arquivo público de Marabá é responsável por guardar e conservar documentos do início do século XX e acervos importantes da história da cidade.

Nota Oficial sobre o Incêndio no Prédio do Arquivo Público

20 de maio de 2015

A respeito do incêndio que destruiu documentos do Arquivo Municipal na noite desta terça-feira (19), a Prefeitura Municipal de Marabá tem a declarar:

  1. O prédio atingido pelas chamas guardava papéis de administrações passadas, como documentos funcionais; informações de assentos de funcionários antigos falecidos, demitidos ou aposentados; atas de reuniões, livros de ponto antigos, frequências; e prestações de contas. Nenhum, porém do atual governo.
  2. No início do atual Governo, a Secretaria Municipal de Administração solicitou ao Corpo de Bombeiros um laudo sobre a situação do prédio do Arquivo Público. Porém, o órgão não pode emitir o laudo porque na Secretaria de Obras não foram encontradas as plantas da edificação, muito menos os projetos hidráulico e elétrico.
  3. Diante disso, tendo em vista que os demais prédios daquele Centro Administrativo em que estavam localizadas várias secretarias também apresentavam condições precárias, o Governo Municipal ficou preocupado com a segurança de servidores e documentos e tomou a decisão de retirar daquele local os órgãos e pastas que ali funcionavam. Transferiu para o antigo prédio da Caixa, na Marabá Pioneira, o Serviço de Atendimento ao Cidadão (Saci) e a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Semac), além da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) e Procon. E também transferiu para a Velha Marabá o Sistema Nacional de Emprego (Sine).
  4. Mais recentemente, retirou do antigo Centro Administrativo a Secretaria Municipal de Gestão Fazendária (Segfaz), que mudou para o mesmo prédio em que funciona a SDU, na VP-08, Folha 26, e para onde irão, nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Administração (Semad), a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), a Controladoria Geral do Município (Congem), Comissão Permanente de Licitação e Comissão Processante.
  5. Quase a totalidade da documentação referente à Secretaria Municipal de Educação (Semed) já havia sido retirada do prédio do Arquivo Municipal e transferida para local seguro.
  6. As causas do incêndio serão apuradas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Centro de Perícias Científicas (CPC), que emitirão laudos revelando o que causou o fogo.
  7. A Prefeitura de Marabá agradece o esforço do Corpo de Bombeiros em debelar as chamas, assim com a imediata colaboração do Exército, Infraero e empresas parceiras da administração que enviaram caminhões-pipa para ajudar a combater o incêndio, que, infelizmente, consumiu valiosa documentação.

Resultado da Mega-Sena 1706 – Um ganhador Campo Grande – MS

imageimage

Vale alerta sobre mudança no trânsito na PA-275

A Vale informa que a partir desta quarta-feira, 20 de maio, será iniciada a construção de viaduto ferroviário na PA-275, na altura do km 10, em trecho próximo ao loteamento Nova Carajás. Um desvio temporário foi sinalizado e instalado paralelo à rodovia para o livre trânsito de motoristas e pedestres durante o período da obra. A Vale reforça a importância da atenção e segurança redobrada dos usuários e pede que sigam as orientações e sinalização no local.

Desvio PA 275 Maraba-Parauapebas - FOTO Jakson Fontes

O viaduto foi a alternativa de construção definida dentro das obras previstas para a implantação do Ramal Ferroviário S11D, para garantir a maior segurança da comunidade e da operação ferroviária. Quando estiver concluído, a linha férrea passará por cima da rodovia, permitindo a continuidade do fluxo normal de veículos pela PA .

Foto: Jakson Fontes

Marabá: Deputado João Chamon assume Comissão Provisória do PMDB

Partido lança estratégia regional a partir de Marabá.

Em uma cerimônia prestigiada por várias autoridades e líderes políticos do Estado do Pará, o deputado estadual João Chamon Neto tomou posse como presidente da Comissão Provisória do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em Marabá. O encontro foi realizado na noite da última sexta-feira (15), e contou também, com a participação de dezenas de militantes da cidade e da região. Chamon é o atual vice-líder da legenda na Assembleia Legislativa do Estado do Pará e importante liderança nas regiões sul e sudeste. O presidente estadual do PMDB, o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, esteve presente, assim como os deputados federais Beto Salame (Pros), Simone Morgado e Elcione Barbalho (PMDB). Os deputados estaduais da bancada do partido na Alepa, Iran Lima, José Scaff e o jovem Dirceu ten Caten (PT) também estavam presentes.

IMG_8242

Helder Barbalho conduziu toda a cerimônia, destacando a importante liderança do ex-deputado federal Asdrúbal Bentes, que na ocasião passou a presidência para João Chamon. O ex-deputado felicitou individualmente cada um dos novos membros desta nova diretiva do PMDB de Marabá. “Espero que esta nova cara do partido aqui no município possa fortalecer cada vez mais o PMDB”, destacou Bentes. Na sequência Helder Barbalho declarou empossada a diretoria que agora será conduzida por João Chamon, Zé Gaby, Newton Leal, Nagib Mutran e Guido Mutran. “Nosso objetivo hoje é fortalecer o partido para as próximas eleições. Iniciamos aqui em Marabá as reuniões partidárias, que serão uma forma de dialogar e organizar nossos filiados para o pleito de 2016″.

Em seguida ele parabenizou João Chamon, reconhecendo a atual liderança que ele exerce na região. O deputado Chamon fez um discurso emocionado e cheio de homenagens aos líderes do partido, que estiveram com ele no começo da sua trajetória política. João Chamon encerrou o seu pronunciamento falando da importância de estar sendo empossado como novo presidente do partido do qual ele ajudou a fundar. “Hoje estou realizando um sonho. Fui fundador do antigo MDB, que hoje se tornou o grande e forte PMDB. Na minha juventude fui eleito um dos vereadores mais votados em Marabá e poderia ter sido prefeito naquela época, aos 32 anos”. João Chamon aproveitou a ocasião para oficializar a ex-deputada estadual Cristina Mutran como presidente do PMDB Mulher de Marabá.

_MG_9555

Mais de seis prefeitos peemedebistas da região que estiveram presentes na cerimônia também discursaram. O prefeito de Curionópolis, Chamonzinho, foi enfático em celebrar a conquista do pai, o que ele destacou como sendo algo importante também para o povo marabaense. “Parabéns ao deputado João Chamon, meu pai, pelo importante momento que ele hoje está vivendo. Não posso deixar passar a oportunidade de parabenizar, ainda, a vinda do ministro Helder Barbalho à nossa região, ele que é nosso maior líder. Todos nós, juntos e unidos vamos continuar lutando e o sonho de vê-lo governador do Estado não morreu. Viva o PMDB, viva Marabá”, comemorou. (Da Redação) Helder declara empossada a nova diretiva do PMDB, tendo Chamon na presidência O auditório do Cine Marrocos esteve tomado por militantes do PMDB e de partidos aliados.

Partido abona fichas de filiação

Na noite em que as principais lideranças do PMDB no Pará celebraram a posse do deputado estadual João Chamon como novo presidente da legenda em Marabá, foram realizadas dezenas de filiações ao partido, entre pessoas da comunidade, lideranças, empresários e profissionais liberais. Representando esses novos filiados, foram chamados a assinar ficha de filiação durante a solenidade, representando os demais, a técnica em enfermagem Eliete Dias e o engenheiro Antônio Pádua, este último secretário de Obras do município. A de Eliete foi abonada pela presidente de honra do PMDB Mulher, a deputada federal Elcione Barbalho, enquanto a de Pádua teve chancela de Helder Barbalho, presidente estadual do PMDB. “Quero que a assinatura das fichas desses dois companheiros que representam muito em suas atividades, represente o todo dos nossos novos filiados”.

SEDE
Após o evento do partido no Cine Marrocos, Helder e Chamon seguiram a pé por duas quadras na Marabá Pioneira, seguidos pelos membros da legenda, até a casa 1.158 da Rua 7 de Junho para inaugurar a nova sede do PMDB em Marabá. O espaço abrigará, além das reuniões do partido, as atividades do PMDB Mulher e PMDB Jovem.

Semma combate carvoeiras ilegais em Parauapebas

O Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente-Semma, realizou ontem mais uma operação para destruir as caieiras produtoras de carvão  instaladas nos fundos do Polo Moveleiro de Parauapebas. Esta é segunda vez que os fiscais da Semma são enviados para aquele local com a missão de acabar com as caieiras abertas em trincheiras rudimentares para a queima de aparas que são  descartadas pelas movelarias.

Semma

As denúncias do funcionamento irregular das caieiras chegam à fiscalização da Semma devido à poluição causada pela fumaça que incomoda os moradores em conjuntos vizinhos, além da poluição do igarapé que passa na área. A fumaça denunciam os moradores perturba 24 horas por dia, até a queima total das aparas que, dentro das trincheiras, vão produzindo o carvão, que depois é vendido para churrascarias, mercearias, pizzarias e bares.

Semma 2

Todo o carvão encontrado ontem foi confiscado e será destinado a entidades sociais sem fins lucrativos. As aparas foram recolhidas em caçambas e serão depositadas em local indicado pela prefeitura. O carvão apreendido na primeira operação rendeu centenas de sacas de carvão de 25 quilos que foram doadas à Sorri Parauapebas que após a venda, destinou a verba para os seus trabalhos sociais. Desta vez, o material apreendido não passou de vinte sacas, pois os fiscais chegaram no início da temporada de queima. (Texto e fotos: Semma).

Vendas no comércio paraense cresceram a partir de março

O índice do volume de vendas do comércio varejista paraense voltou a subir, de acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) referente a março de 2015. O indicador avançou 3,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado simboliza uma retomada de fôlego, uma vez que em dezembro de 2014 o indicador caiu 4%, em fevereiro, 4,9% e em janeiro, 1,7%, sempre fazendo o paralelo com o mesmo mês do ano anterior.

O resultado atingido no terceiro mês deste ano foi o sexto melhor em relação ao apresentado pelo comércio das demais unidades federadas. O ritmo de crescimento médio nacional, em março, foi de 0,4%. Em 12 meses, o volume de vendas do comércio local do Estado acumula alta de 2% e no ano, 5%.

O Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) divulgou, nesta quarta-feira, 16, os dados referentes à movimentação no Comércio Varejista no estado do Pará, de acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A análise dos números de maio de 2014, na comparação com o mesmo período de 2013,sem ajuste sazonal, apontam variação positiva de 3,9% no Índice de Volume de Vendas (IVV) e 8,1% no Índice de Receita Nominal (IRN).</p>
<p>FOTO: CLÁUDIO SANTOS/ AG. PARÁ<br />
BELÉM-PARÁ

A empresária paraense Ariane Santos, que após uma temporada morando em São Paulo resolveu voltar para Belém, abriu na capital em março deste ano a mais nova loja da 7 Ball, maior rede de produtos e acessórios de jogos do país, no bairro Batista Campos. Ela diz que encontrou um bom cenário para investir no mercado paraense e que o volume de comprar está bom, apesar da crise mundial. “O paraense gosta de comprar e aprecia produtos de qualidade. Encontrei um bom panorama aqui”, diz.

Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio, a receita nominal das vendas do Pará acelerou 10,6% entre março de 2015 e março de 2014. Este resultado representa aumento de ritmo em relação aos percentuais de novembro de 2014 (8,6%), de dezembro de 2014 (0,6%), de janeiro (3,1%) e de fevereiro (1%). Em outubro do ano passado, o índice desta avaliação cresceu 16,6%, em setembro, 5,2%, em agosto, 3,2%, e em julho, 4,6%. Ou seja, a proporção em que cresceu o indicador entre os meses de março é a mais alta em pelo menos sete meses, desconsiderando o resultado do décimo mês de 2014. O percentual mais recente (março), obtido no Pará, é o sétimo mais alto do País, atrás dos percentuais de Roraima (31,5%), Acre (20,4%), Rondônia (12,1%), Sergipe (13,5%), Mato Grosso do Sul (11,3%) e Rio de Janeiro (11,1%).

A pesquisa produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no País, investigando a receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista. O estudo foi iniciado em janeiro de 1995, apenas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, produzindo indicadores de faturamento real e nominal, pessoal ocupado e salários e outras remunerações.

Foto: Agência Pará

CDL apresenta demandas ao secretário de Estado de Segurança Pública

d2Na última sexta-feira, 15, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Parauapebas (CDL), Marksan Gomes, apresentou uma lista de solicitações ao secretário de Estado de Segurança Pública, Jeannot Jansen. Os pedidos em favor da melhoria da segurança em Parauapebas foram entregues ao secretário em forma de ofício, entregue durante um almoço  com a presença de diretores da CDL e do staff da segurança pública do Pará.

Entre as reivindicações, está o aumento do efetivo policial no município, a implantação de videomonitoramento pelo Estado (a Prefeitura já tem câmeras de segurança em diversos pontos da cidade), a construção de uma seccional de Polícia Civil no bairro Cidade Jardim e a criação de uma estratégia de segurança específica para as áreas de comércio. “Precisamos melhorar a segurança pública no nosso município. Isso também contribui para o nosso desenvolvimento. Estamos aqui cumprindo nosso papel de reivindicar e contamos com o trabalho do Estado”, afirmou o presidente, Maksan Gomes.

Segundo o secretário, o Governo do Estado reconhece o dever de melhorar a segurança individual e coletiva dos cidadãos. “A totalidade das reivindicações é justa”, disse. Jansen afirmou, ainda, que o Estado terá sobre a região e, em especial sobre Parauapebas, um olhar diferente, mas ressaltou a necessidade de se fazer um estudo conjunto, a médio prazo, para que as decisões estratégicas sejam tomadas com segurança. Para ele, as ações serão realizadas, “nem tão devagar que possam parecer má vontade, nem tão rápidas que possam parecer irresponsáveis”.

“Medidas que estão em execução hoje, que foram consequências de mudança de estratégia, como a delegacia especial de atendimento à mulher, ocorreram através da reivindicação de órgãos que representam uma categoria”, lembrou Jeannot. “A decisão começa de uma solicitação como essa. Tenham certeza que nós vamos discuti-la com os senhores, com as demais entidades e com o governo em todos os níveis”, finalizou.

Texto: Diego Pajeú – CDL

Sicom quer trazer Posto do Inmetro para Marabá

A Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) está viabilizando a instalação em Marabá de um Posto Avançado de Serviço e Centro Administrativo do Inmetro Pará (Instituto de Metrologia do Estado do Pará) para atender as regiões sul e sudeste do Estado.

O posto seria instalado em uma área institucional, localizada ao lado do Campus III da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), no Bairro Cidade Jardim.  

O secretário municipal de Indústria, Comércio, Ciência, Tecnologia e Mineração, Marcelo Almeida Araújo, explicou que a negociação para a implantação desse posto avançado e do centro administrativo do Inmetro Pará começou no ano passado, quando estava à frente do órgão Fabrízio Guaglianone, mas, com a mudança na presidência do Inmetro, ele perdeu o contato com a direção do órgão.

Sicom (4)

Na última sexta-feira (15), o diálogo foi retomado. “Nós entendemos que é importante, não só para Marabá, mas para a região, porque vai ser instalada aqui, mas vai atender toda a região, é uma forma então de conseguir recursos para o município”, avalia.

Marcelo Araújo informou ainda que a Sicom está verificando, com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU), em que situação está o terreno, uma vez que o município tem de doar a área para o Estado. “Também encaminharemos uma carta do prefeito àquele órgão, falando da necessidade e da importância de termos esse órgão na nossa cidade; e que o município estará entrando com a contrapartida que, no caso, seria o terreno, obedecendo todos os tramites legais”, disse.

O secretário adiantou ainda que o Inmetro Pará já tem uma verba destinada para a construção da agência em Marabá. “Com a posse do terreno, de oito a nove meses, a agência está instalada em Marabá”, vislumbra.

Sebrae

Durante a permanência em Belém, Marcelo Araújo também participou do Encontro Regional de Agentes de Desenvolvimento, onde palestrou sobre a importância do agente de desenvolvimento e também da importância para o Sebrae para os municípios.

Além desses encontros, o titular da Sicom também esteve reunido com um representante da Secretaria de Desenvolvimento Mineral, para trazer cursos técnicos na área da formação de mão-de-obra do município. (Texto: Alessandra Gonçalves/Foto: Divulgação)