Medrado ratifica informação do Blog: “não houve delação premiada à “Boi de Ouro”.

No dia 26 de maio passado Parauapebas amanheceu repleta de agentes do Gaeco – Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – quando foi colocada em ação a Operação Filisteus, que culminou com as prisões dos vereadores José Arenes (PT) e Odilon Rocha de Sanção (SDD), além do empresário Edmar Cavalcante, dono do supermercado Baratão, suspeito de participar de um esquema de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas durante a gestão de Josineto Feitosa, ex-presidente daquela casa, preso durante a segunda etapa da “Operação Filisteus”.

Dois dias após as prisões, o jornal Correio do Tocantins publicou, com exclusividade, vasta matéria sobre o ocorrido, afirmando, inclusive, que Edmar Cavalcante teria feito um acordo de delação premiada com o Ministério Público.

Sob o título Boi de Ouro” dedura fraudes em Parauapebas, o jornal afirmava que “suas fontes em Parauapebas e Belém, consultadas separadamente, revelaram que Boi de Ouro resolveu entregar o esquema enquanto estava preso ainda em Parauapebas e tudo que falou foi gravado e depois encaminhado para um juiz da cidade para homologação”.

A matéria publicada pelo CT foi amplamente repercutida pelos meios de comunicação em Parauapebas. Rádios, TV’s, jornais, Blogs e sites apenas repercutiram a afirmação do CT.

No mesmo dia, o Blogger consultou o advogado de Edmar Cavalcante que estava em Belém acompanhando seu cliente. Ele foi categórico em afirmar que não havia sequer sido proposto ao seu cliente o acordo de delação premiada. O blogger também procurou a Vara Penal de Parauapebas. Lá também recebeu a negativa que teria sido homologado qualquer acordo nesse sentido. 

Munido dessas informações, o Blog publicou o post “Defesa de Boi de Ouro nega delação premiada anunciada pelo Jornal Correio do Tocantins”. A notícia contestando a delação parece ter atingido em cheio o editor do jornal, Patrick Mascarenhas, que no outro dia usou o sistema de rádio do grupo a que o jornal faz parte para ratificar a informação publicada e, de certa tentar descrediblizar a informação postada neste Blog.

Durante matéria veiculada no Programa Fantástico, no domingo (14/6) sobre a “Operação Filisteus”, que mostrava imagens de Edmar Cavalcante supostamente entregando parte do esquema na Câmara Municipal de Parauapebas, a repórter escalada para fazer a matéria afirmou que “Boi de Ouro” havia feito acordo de delação premiada.

Na segunda-feira o Blogger recebeu várias mensagens e telefonemas de pessoas confrontando a informação do Blog sobre a delação de Edmar. Pelo simples fato do Fantástico ter ratificado a informação do jornal Correio do Tocantins, a informação do Blog, claro, seria a incorreta.

Na semana passada a “Operação Filisteus” cumpriu sua segunda etapa em Parauapebas. Após o compartilhamento de informações oriundas de escutas telefônicas, o juiz Libio Araújo Moura, da Vara Penal da Comarca de Parauapebas decretou a prisão do vereador Josineto Feitosa. Cumprida a prisão, agentes do Gaeco e o Procurador de Justiça Nelson Medrado participaram de uma entrevista coletiva para pormenorizar informações acerca desta segunda etapa da operação.

Questionado se houve acordo de delação premiada a Edmar Cavalcante, Medrado respondeu :“a delação premiada é um instrumento de investigação que também é um direito do réu. Não tenho conhecimento desse acordo feito entre o preso e o Ministério Público Estadual, mas seria bem-vindo se algum dos presos quiser colaborar com as investigações. O MPE estará disponível para ouvir e confirmar. Mas será preciso checar a veracidade do que for dito e submeter a informação à um juiz, que definirá se as informações se enquadram em uma delação premiada para que a transação penal possa acontecer e para que o delator receba algum benefício. Não se trata apenas de alguém sentar na frente do interrogador e ir falando coisas para se beneficiar. Não queremos apenas um delator que fique apontando as pessoas. Tem que falar e apresentar as provas, que deverão ser confirmadas por nós. Até agora não há nenhuma delação premiada homologada por juiz no caso dos presos na Operação Filisteus”, conclui Medrado.

O Blogger ratifica que as informações aqui postadas são checadas de forma exaustiva para que estas não sejam contestadas no futuro. Fazendo dessa forma, a credibilidade adquirida por este Blog ao longo desses quase sete anos não será maculada.

   

Pastoral da Juventude de Parauapebas realiza a campanha “a juventude quer viver”

Por Fábio Relvas

Foi colada em ação, pela Pastoral da Juventude de Parauapebas, a campanha “A juventude quer viver”, que terá duração de seis meses e contará com o envolvimento direto de várias entidades que trabalham em prol dos direitos da criança e do adolescente no município.

“Essa campanha “A juventude quer viver” é o nosso elo nas escolas, nas praças dizendo – chega de violência! O jovem quer viver, o jovem precisa de oportunidades, o jovem precisa de uma chance e nós dessa pastoral queremos estar a serviço, através da educação, de palestras de motivação, para que o jovem mostre que ele pode e sabe fazer”, afirmou Eliene Fernandes, coordenadora da campanha.

1Um dos objetivos do projeto é desenvolver várias atividades voltadas à juventude, para que essa classe conheça seus direitos e esteja sempre no caminho certo. As paróquias da cidade também estão inseridas dentro do contexto da campanha. “Nós esperamos que a palavra de Jesus se realize. Eu vim para que todos tenham vida e tenha abundância. Nós esperamos que no final desta campanha nós possamos atingir o maior número possível dos jovens, trazendo-o para uma reflexão da fé, da esperança e da vivência da cidadania, para o exercício do bem comum na sociedade e na vida”, declarou o Padre Zequinha, que faz parte da Paróquia São Francisco, do bairro Rio Verde.

O projeto já estava sendo estudado há bastante tempo, mas somente agora foi posto em prática para atender as necessidades dos jovens da cidade. A idealização foi do Comdcap (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas). “Para a gente isso é muito gostoso de ver acontecer, essa energia, esse envolvimento de todos. Eu estou muito feliz de estar presenciando isso. Eu acredito nesse projeto e em todos os projetos que o Comdcap patrocina. Eu tenho certeza que ao final deste projeto vai ter aquele gostinho de quero mais”, disse Datiliane Alves, vice-presidente do Comdcap.

Com a campanha em andamento, os jovens que estão à frente do projeto estão alegre em poder contribuir com outras pessoas. “Justamente resgatar aqueles jovens que estão precisando de apoio da sociedade, precisando realmente de alguém para mostrar, para dar um abraço e mostrar a palavra de Deus. Isso é o que a Pastoral da juventude quer mostrar para os jovens hoje em dia”, afirmou Antônio Carlos, capoeirista.

A ideia é tentar atingir mais de dois mil jovens neste período de seis meses de campanha. Os participantes estão otimistas em conquistar o objetivo principal que é incentivar o próximo a experimentar um novo estilo de vida, além de poder compartilhar o que tem ajudando aos demais.

“Nosso grupo realiza o natal solidário no final do ano, onde nós ajudamos mais de 200 famílias, com brinquedos, roupas, calçados, cestas básicas e assim por diante. Eu me sinto muito privilegiado em participar da pastoral da juventude. É uma família pra mim. Esse projeto veio para fazer parte e ajudar cada vez mais a nossa família”, finalizou Thales Santos, estudante.

Empresários de Parauapebas aprovam aumento salarial proposto pela Fecomércio

A proposta está sendo debatida com o sindicato laboral e ainda precisa ser aprovada para integrar a Convenção Coletiva de Trabalho

Na noite desta quinta-feira, 2, empresários de diversos segmentos de Parauapebas aprovaram a proposta da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Pará (Fecomércio) para a Convenção Coletiva de Trabalho de 2015. A Fecomércio, que atualmente representa a classe patronal do comércio de Parauapebas, está em negociação com o sindicato laboral para definir os termos do documento que vai regular a relação de trabalho entre empregador e empregados do setor de comércio até 2016. Os empregadores de Parauapebas aprovaram o valor do salário-base profissional em R$ 975,00 e um aumento de 8% para os empregados que ganham um salário acima deste valor. Além disso, foi aprovado o pagamento de ticket alimentação de R$ 5,00 por dia trabalhado, o que soma R$ 110,00 por mês.

DSC_2875 (640x424)

Para Herivelto Bastos, diretor sindical da Fecomércio, a proposta precisa ser avaliada com sensibilidade pelo sindicato laboral. “Todo empresário quer remunerar bem o seu empregado, principalmente aquele mais dedicado. Mas é preciso ter em mente que a situação do interior não é igual à da capital. Além disso, o momento econômico da cidade é outro, tem que ter essa sensibilidade”, ressaltou. O diretor também sugeriu que os empresários já apliquem um aumento de acordo com a inflação, até que a negociação seja concluída. “Como a data-base é maio, vocês já podem aplicar o aumento da inflação. Assim, quando o acordo for finalizado, as finanças das empresas não serão tão afetadas com um grande volume de pagamento retroativo a fazer”, explicou.

O encontro, organizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Parauapebas (CDL), também tratou da criação de um sindicato patronal para unir e representar a classe empresarial do município. “Com um sindicato aqui, vamos ter mais autonomia para fazer as negociações de acordo com a nossa própria realidade. É uma ferramenta importante para que a classe se fortaleça ainda mais”, afirmou Marksan Gomes, presidente da CDL. Foi marcada uma reunião para a próxima quarta-feira, para tratar especificamente da criação do sindicato. A reunião será realizada às 18h30, na Faculdade Metropolitana, onde também ocorreu o evento desta quinta-feira,2.

Municípios do sudeste paraense receberão ações de cidadania da Polícia Civil

A Assessoria de Relações Interinstitucionais (Arin) da Polícia Civil participou de audiências públicas e reuniões nos municípios de Marabá, Canaã dos Carajás e Parauapebas, sudeste do Estado. Nesses encontros, a equipe da assessoria conversou com lideranças comunitárias e empresários para acolher as principais demandas de cada uma dessas localidades. Encerradas as reuniões, no último dia 2, foi estabelecido um cronograma de ações de cidadania para emissão de carteiras de identidade e prestação de serviços de orientação a jovens e idosos, que serão realizadas ao longo dos próximos meses.

De acordo com o titular da Arin, Luiz Monteiro Junior, serão realizados mutirões para expedição dos documentos, com duração de dois dias em cada cidade, restando ainda definir em qual mês esses serviços serão ofertados. As ações fazem parte do projeto de interiorização da Arin, unidade da Polícia Civil voltada à promoção de atividades que aproximem a comunidade do órgão estadual.

Em Marabá, a equipe da Arin reuniu-se com os delegados Marcelo Delgado, superintendente da Polícia Civil; Simone Felinto, diretora da Seccional de Marabá; e Ana Paula Matta, diretora da Delegacia da Mulher no município. No atendimento às demandas da comunidade, a assessoria ouviu lideranças dos bairros Morada Nova e São Félix, além de dirigentes do Clube de Diretores Lojistas. Em Parauapebas, a audiência reuniu representantes da Polícia Civil, da Secretaria de Segurança Pública, diretores do Clube de Dirigentes Lojistas, Prefeitura Municipal, Poder Judiciário e comunidade, na sede do CDL.

Nova UIPP

Em Canaã dos Carajás, a equipe da Arin visitou as novas instalações da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), que será inaugurada em breve. Lideranças comunitárias, dirigentes sindicais, representantes de escolas, vereadores e membros da Associação Comercial e Industrial do município foram convocados a participar do encontro, onde foram prestados esclarecimentos e orientações sobre o funcionamento da nova unidade policial, que integrará os serviços das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, além da rede de proteção social do Estado.

Ainda no município, a Assessoria de Relações Interinstitucionais participou de uma reunião na sede da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril com representantes da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará e da Câmara Municipal.

Agricultura familiar muda a realidade de produtores rurais da Palmares I

Aumentar a renda, esse é o sonho de todo produtor rural que acorda cedo todos os dias para trabalhar. Em Parauapebas, os agricultores já vivem essa realidade. O programa de incentivo do Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror), proporciona aos produtores uma mudança de vida completa.

IMG_3688llll

Raimundo Vieira, 51 anos, tem uma propriedade na área da Palmares I. O produtor que chegou a Parauapebas há 3 anos, sempre trabalhou com agricultura familiar, mas nunca teve incentivo nos negócios. “Aqui é diferente, a prefeitura nos apoia. Já recebi muitos benefícios: adubo, sementes e os técnicos da Sempror sempre estão à disposição para nos auxiliar”, comenta.

Ele trabalha com o plantio de melancia, maracujá, goiaba, milho, cheiro verde, abóbora e cebola. Para o agricultor, o conhecimento e a assistência técnica qualificada fizeram a diferença na sua plantação. Atualmente, ele consegue fazer a colheita de melancia, por exemplo, duas vezes ao ano.

A segunda colheita de melancia foi realizada na última quinta-feira (2), com a presença do secretário de Produção Rural, Horácio Martins, equipe da Sempror, e alguns produtores da região da Palmares I, que conheceram a propriedade, a plantação dos frutos e ainda as técnicas utilizadas pelo agricultor.

“Antes eu fazia o trabalho com a inchada e isso levava muitos dias. Agora é feito com as máquinas custeadas pela prefeitura, o que facilita demais nosso trabalho. A prefeitura também me concedeu o transporte da mercadoria até a cidade. Minha renda aumentou, então, estou muito feliz com esses incentivos e hoje mais ainda pela presença do secretário na minha propriedade”, completa.

IMG_3617mmm

Com uma plantação de 5 mil pés de quiabo, cheiro verde, cebolinha, feijão, pimenta de cheiro e mamão, o então produtor Leandro Batista, 35 anos, mudou sua vida quando decidiu voltar a trabalhar como agricultor. Leandro conta que atuava como assalariado na cidade e há 7 anos decidiu investir em uma propriedade na zona rural.

“Agora tenho meu próprio negócio, duas vezes por semana levo os produtos para vender na cidade. Essa é minha única fonte de renda e já tenho uma pessoa que trabalha comigo. Minha vida mudou muito com a agricultura familiar”, afirma o produtor, que já plantou mais 3 mil pés de quiabo para aumentar sua produção.

De acordo com o coordenador da região da Palmares I, Alcides de Sousa, mais de 300 produtores recebem incentivos do Governo Municipal, através da Sempror, com mecanização, distribuição de mudas, adubo, ureia, assistência técnica e construção de tanques de piscicultura.

O titular da Sempror, Horácio Martins, falou para os agricultores sobre o potencial de produção que o município possui e o trabalho que vem sendo realizado para aumentar a produtividade. “Fico feliz em constatar o sucesso de nossos agricultores. Já aumentamos a produtividade de milho e diversos produtos, e vamos continuar. Saímos de 3 % de produtos da agricultura familiar que fornecíamos para a merenda escolar, atualmente, estamos com 33% de fornecimento. O nosso município tem potencial de produção, não vamos precisar vender frutos vindo de outras regiões. Nós vamos produzir melancia suficiente para atender o nosso município e comercializar para outros também, assim como quiabo, couve, cebola, entre outros produtos”, ressalta o secretário.

Nota de esclarecimento sobre a demissão de médicos

Com relação à demissão dos médicos, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), esclarece que:

A exemplo do que ocorre em toda a Prefeitura de Parauapebas, a Semsa também deve reduzir custos por conta da queda acentuada na receita do município. Diante desse desafio, a gestão da pasta avaliou minuciosamente a real necessidade de permanência de alguns profissionais na rede pública de saúde e o respectivo impacto de seus desligamentos no que diz respeito ao atendimento.

A gestão da Semsa chegou à conclusão de que seria possível reduzir o número de profissionais sem gerar grande impacto no atendimento à população, por isso, efetivou o desligamento de 14 médicos. A lista dos profissionais demitidos foi definida criteriosamente.

Um exemplo de que a redução do número de médicos não vai impactar tanto é a continuidade da oferta de atendimento em 17 especialidades médicas: neurologia; urologia; otorrinolaringologia; cardiologia; pneumologia; ortopedia; mastologia; gastroenterologia; nefrologia; endocrinologia; cirurgia geral; psiquiatria ambulatorial; dermatologia; angiologia; reumatologia; fonoaudiologia; psicologia infantil.

Além dos médicos, outros profissionais também estão sendo desligados da rede pública em função da redução de custos ou por conta da convocação dos novos concursados para vagas de enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar administrativo. Importante ressaltar que todo esse processo ocorre gradativamente e de forma planejada para gerar o menor impacto possível no atendimento à população.

Assessoria de Comunicação.

Resultado da Mega Sena 1719 – Acumulou

imageimage

Mais um acusado de desvios na Câmara Municipal de Parauapebas está atrás das grades

IMG-20150701-WA0037A defesa de Herberth Herland Gomes, ex-diretor administrativo da Câmara Municipal de Parauapebas na gestão Josineto Feitosa, o apresentou hoje (03) no Ministério Público, em Belém. Herbert, um dos acusados de desvio de dinheiro público na Câmara de Parauapebas teve sua prisão preventiva decretada pelo juiz Libio Araújo Moura, titular da Vara Penal da Comarca de Parauapebas, no último dia 02, mas não foi encontrado no município pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado – GAECO. A prisão de Herberth faz parte da segunda fase da “Operação Filisteu”, do Ministério Público Estadual.

Herberth; outros três funcionários da CMP; os vereadores Josineto Feitosa, Odilon Sanção, Major da Mactra, José Arenes,  Devanir Martins e Luzinete Batista; dois filhos do vereador Odilon e o comerciante Edmar Cavalcante, dono do Supermercado Baratão, foram denunciados pelo MP por Formação de Quadrilha, Peculato, Corrupção passiva , Corrupção ativa e por Crimes contra a Lei de Licitações.

Anteriormente já haviam sido presos os vereadores Odilon Rocha e José Arenes. Ontem (02) o ex-presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, Josineto Feitosa foi preso em sua residência pelo Gaeco. Josineto foi transferido ontem mesmo para a capital do  Estado.

Logo ao ser recebido no MP, em Belém, Herberth prestou depoimento e, por ser funcionário público concursado da Câmara Municipal de Santa Luzia – Maranhão – deverá ficar preso no Centro de Recuperação Coronel Anastásio Neves (CRECN), junto com os vereadores parauapebenses.

Segundo informações, não há mais mandados de prisões aguardando para serem cumpridos, como se especulou hoje em Parauapebas. Novos mandados poderão ser expedidos conforme os desdobramentos das investigações e a apuração do conjunto de provas recolhidas de posse do segundo grau. Se não houver novas informações oriundas de Belém não haverá mudanças no processo.

Todos os acusados já foram intimados do processo e a justiça aguarda as defesas para marcar as audiências de instrução e julgamento, previstas para ocorrer até o final do mês de setembro.

Leia o inteiro teor do Mandado de prisão contra Herbert Gomes:

MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA

O Exmo. Sr. Libio Araújo Moura, Juiz de Direito Titular da Vara Criminal da Comarca de Parauapebas, Estado do Pará, na forma da Lei, etc…

MANDA as autoridades policiais desta Comarca, ou a quem este for apresentado, indo pelo M.M Juiz assinado, e em seu cumprimento prenda o nacional HERBETH HERLAND MATIAS DE GOMES, CPF 474.690.483-91, brasileiro, servidor público da Câmara, (Ex-Diretor Administrativo), residente na Trav. Dom Pedro II, 88, zona urbana, centro, CEP 65390000, Santa Luzia – Maranhão, em virtude de ter sido decretada sua PRISÃO PREVENTIVA em representação formulada Promotor de Justiça Hélio Rubens Pinho Pereira, Titular da 4ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PARAUAPEBAS DE COMBATE À IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E AOS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO PÚBICO, conforme decisão com cópia em anexo.

CUMPRA –SE

Parauapebas, 29 de junho de 2015.

Eu, R.C.D, Auxiliar Judiciário, fiz e subscrevo.

LIBIO ARAUJO MOURA
Juiz de Direito

Águia de Marabá realizou coletivo e João Galvão praticamente definiu o time titular

Por Fábio Relvas

O técnico João Galvão movimentou o elenco do Águia realizando um coletivo apronto no estádio Zinho Oliveira, em Marabá. O treinador praticamente definiu a onzena titular que vai encarar o ASA-AL, no próximo domingo (5), às 16h, dentro de casa.

Coletivo do Águia

Na movimentação, o zagueiro Charles entrou no lugar de Negretti, que sentiu a musculatura da perna. O experiente Charles agradou o técnico no coletivo. “Com certeza podemos iniciar com o Charles ou tirar um zagueiro e ficar mais ofensivo dentro de casa. Vamos ver ai à possibilidade e ver o que nós vamos fazer”, afirmou João Galvão.

O zagueiro Charles ainda não começou como titular neste Campeonato Brasileiro da Série C, mas vem se esforçando ao máximo nos treinamentos e tem experiência suficiente para corresponder às expectativas do treinador e dos torcedores do Azulão. “A gente vem trabalhando, esperando a oportunidade. Tenho certeza que se o Galvão optar por nós a gente vai procurar fazer o melhor. É o que nós estamos fazendo no dia a dia de treinamentos dentro daquilo que ele vem pedindo para gente para que no domingo possamos fazer o melhor e sair com a primeira vitória”, declarou Charles.

No meio de campo Mael e Esdras estão na proteção da defesa e João Galvão ainda tem Diogo como opção para o meio. Lineker foi testado na lateral esquerda no lugar de Edinaldo. Todos os jogadores estão cientes da responsabilidade que o Águia tem para conquistar a primeira vitória na Série C diante do ASA, de Arapiraca-AL. “A gente sabe que estamos devendo aqui dentro de casa. Não estamos usando o fator campo que é vencer. Esperamos fazer um grande jogo no domingo e conquistar a primeira vitória que vai nos ajudar bastante”, disse o volante Mael.

No coletivo João Galvão formou o time com: Paulo Rafael, Fred, Bernardo e Negretti (Charles); Ari, Mael, Esdras, Flamel, Lineker e Edinaldo; Lauro César.

“Tem que se impor mais dentro de casa. Eram dois jogos para a gente poder tá brigando lá em cima pela classificação e infelizmente empatamos um. Agora é força, é pensar positivo. Estamos treinando bem durante a semana para, no domingo, dar sequência naquilo que a gente queria. Acho que vencer primeiro na competição é importante até para a gente dar sequência naquilo que a gente quer”, explicou o atacante Wando.

Encontro de Cordelistas e Festival Jeca Tatu são os destaques do Conexão Rural deste domingo (05)

Chocopeba_089O Programa Conexão Rural deste domingo traz uma reportagem de Lima Rodrigues sobre o III Encontro Nordestino de Cordelistas, realizado em Brasília, e promovido pela Associação dos Cantadores Repentistas e Escritores Populares do Distrito Federal e Entorno (Acrespo), em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Ministério da Cultura, com o patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Durante três dias e três noites – 19, 20 e 21 de maio – poetas e artistas de vários estados se dedicaram à Literatura de Cordel e ao Repente com o propósito de manter viva e efervescente a arte da poesia do Nordeste. Será apresentada a música de Xangai, de Paulo Matricó, de repentistas e do grupo Bule e Bule, da Bahia.

O programa revela ainda os bastidores do Festival Jeca Tatu realizado de 24 a 28 de maio na Praça de Eventos, em Parauapebas, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura. Serão apresentadas entrevistas com a secretária de Cultura, Rose Valente, o presidente da Liajup, Bil, músicos e ambulantes, além de muito forró, xote e baião.

O Programa Conexão Rural é veiculado todo domingo às 9hs na RBATV, Band, canal 30. A produção e apresentação é do jornalista Lima Rodrigues. Imagens e edição: João Pezão Filho. Neste domingo, o programa conta com a participação de Ivan Oliveira, como repórter especial.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com