Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Unifesspa oferta 1.370 vagas em 40 cursos de graduação

Do total, 940 vagas são para os três campi de Marabá. Nota final dos candidatos será obtida pela média ponderada das notas do Enem 2018.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) acaba de divulgar o edital do processo seletivo de ingresso nos cursos de graduação por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o ano de 2019. A seleção terá como base os resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) da edição 2018.

No total, serão ofertadas 1.370 vagas, distribuídas nos campi Marabá (940); Rondon do Pará (100); São Félix do Xingu (120); Santana do Araguaia (70); e Xinguara (140). Dessas vagas, 1.180 serão disponibilizadas no primeiro semestre e outras 150 no segundo. O curso de Licenciatura em Letras/Português ofertará uma turma, com 40 vagas, durante o período intervalar entre os semestres.

As vagas contemplam os 40 cursos oferecidos pela instituição, assim distribuídos:

Marabá: Química, Ciências Naturais, Física, Matemática, Pedagogia, História, Ciências Sociais, Geografia, Agronomia, Ciências Econômicas, Direito, Saúde Coletiva, Ciências Biológicas, Psicologia, Engenharia Civil, Engenharia de Minas e Meio Ambiente, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Geologia, Artes Visuais, Letras Português e Letras Inglês.

Rondon do Pará: Administração, Ciências Contábeis e Jornalismo; Santana do Araguaia: Matemática e Engenharia Civil; São Félix do Xingu: Letras-Língua portuguesa, Ciências Biológicas e Engenharia Florestal; Xinguara: Medicina Veterinária, Zootecnia, História e Geografia.

Para conferir a distribuição detalhada das vagas, previsão para cada semestre, requisitos, orientações e demais informações, acesse o edital.

Seleção

A nota final dos candidatos do processo seletivo 2019 da Unifesspa será obtida pela média ponderada das notas do Enem 2018, de acordo com os parâmetros estabelecidos no edital. Para cada curso que oferece vagas, os candidatos serão classificados por ordem decrescente da nota final do exame, calculada de acordo com o item 3.1 do edital, até o número de vagas ofertadas.

Aos candidatos que cursaram pelo menos um ano do ensino médio nos municípios que integram as regiões de influência das cidades nas quais estão implantadas os Campi da Unifesspa será atribuído 20% (vinte por cento) de bônus sobre a nota do Enem 2018. A lista de municípios pode ser conferida aqui.

Veja também:  Escola “Raimunda Tavares” apresenta Projetos Científicos em Jacundá

Segundo o Ministério da Educação (MEC), candidatos interessados em concorrer às vagas do Sisu 2019.1 devem acessar o sistema no período de 22 a 25 de janeiro de 2019. A previsão é que o resultado seja divulgado em 28 de janeiro. As vagas eventualmente não ocupadas ao fim da 1a chamada serão preenchidas mediante utilização da lista de espera disponibilizada pelo sistema. O candidato deverá, obrigatoriamente, confirmar no SiSU o interesse de estar na lista de espera.

Ações afirmativas

A Unifesspa adota, para todos os cursos, a reserva de 50% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, em cumprimento à lei  12.711/2012 (Lei das Cotas). Também há reservas de vagas para candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas e para candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

O que é o Sisu?

O Sisu é o Sistema de Seleção Unificada – programa criado pelo governo federal em 2010 e gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) que visa selecionar jovens que tenham feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para uma das vagas de ensino superior ofertadas pelas instituições de ensino espalhadas no País.

Como funciona?

Todo semestre o Sistema de Seleção Unificada abre inscrições para vagas em universidades públicas. O processo do Sisu é totalmente informatizado e usa a nota do Enem para classificar os candidatos que não precisam fazer o vestibular tradicional.

Seja o primeiro a escrever um comentário

  1. Infelizmente Parauapebas não foi agraciada com campus da Unifesspa, e a Ufra sequer se posiciona sobre a implementação de novos cursos em nossa cidade, muito menos o poder público municipal. Uma cidade do nosso porte, hoje, ja deveria ter maior variedade de cursos, bem como parcerias de inserção desses jovens estudantes no mercado local, seja por estágios ou outros programas de reaproveitamento.

    Há meses atras, foi divulgando nos meios de comunicação local, materia especial afirmando convênio entre a prefeitura e a Uepa afirmando o Campus para o fim de 2019, bem como a implementação dos programas de residência medica pela mesma instituição Ainda em 2018. De lá pra ca… nunca mais se tocou no assunto, inclusive o edital da Residencia medica da Uepa já saiu e sem vagas para nossa região. Mais uma vez, a cidade ficou na promessa!

    Enquanto isso, as jazidas se vão, os Royalties se vão, e o tão esperado Pólo Universitário nao sai do papel.

Deixe uma resposta