Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Seminário discute políticas públicas para trabalho, emprego e renda

Evento é realizado pela Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda de Parauapebas

Centenas de pessoas lotaram o auditório do Instituto Federal do Pará (IFPA), na tarde desta quinta-feira, 29 com o objetivo de discutir o cenário econômico atual em torno da geração de emprego em Parauapebas.

Movimentos sociais, associações de bairros, autoridades participaram do evento realizado pela Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda de Parauapebas (Ceter) com o apoio da Secretaria de Estado de Assistência Social de Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

“A nossa busca é por estratégias que reflitam em ofertas de emprego para o povo numa discussão constantes com demais órgãos. O trabalho é longo, mas este é o caminho. Temos que continuar dialogando com todas as esferas e sociedade civil”, destaca Girlan Pereira, coordenador da Ceter.

A Ceter originou de movimentos sociais que encabeçaram vários protestos que provocaram discussões sobre a absorção de mão de obra local pela iniciativa privada. Chegou ao Legislativo e foi incorporada à estrutura da gestão municipal.

Carlos Damasceno está desempregado há quase dois anos. Ele ficou sabendo do seminário e aproveitou para participar e tentar entender a situação e avaliar as expectativas.  “A gente busca pelo menos entender o que tá acontecendo que a gente não vê emprego pro povo. Todo dia eu vou naquele Sine e nada”, disse Carlos.

Veja também:  Sem novidades em cursos, Parauapebas reduz participação no Enem em 28%

A situação dele se assemelha a de milhares de brasileiros. E de acordo com Antônio Marcos, representante da Frente de Luta de Trabalho, Emprego e renda, além da oferta de novas vagas no município, outros pontos foram levantados como investimento em qualificação profissional e mais oportunidades de estágio para os jovens.

Deixe uma resposta