Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Seis são presos por terem matado porcos do mato

Entretanto todos assinaram TCO e foram liberados em seguida para responderem em liberdade por crime ambiental

Seis homens foram detidos pela Polícia Militar, por volta das 10 horas desta segunda-feira (8), no Parque das Nações, margem do Rio Parauapebas, acusadas de crime ambiental. Entretanto, nenhum deles ficou preso ou teve o nome revelado pela Polícia Civil. Todos assinaram TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) e foram liberados.

Segundo o cabo Castro, do 23º BPM, ele e soldado Ricardo receberam a denúncias de que foram feitos disparos no local indicado e rumaram para lá. Ao chegar, encontraram seis porcos do mato, também chamados de porcões, e seis homens com os animais mortos. No local não foram encontradas armas, o que levou o cabo Castro a deduzir que as pessoas armadas estavam dentro da mata.

Um dos homens detidos, que pediu para ter a identidade preservada, disse ter recebido a ligação de um filho dele, pedindo para ele que fosse ao local buscar um dos porcos para si. No local, ele teve a informação de que um bando desses animais saiu do mato e estava invadindo os quintais da vizinhança. Vários deles foram mortos a golpes de facão.

O porco do mato é um animal muito forte, de presas longas e afiadas, e, quando em bando, invade casas próximas, se deslocando muito rapidamente e destruindo tudo o que estiver pela frente. Por ser herbívoro, sua carne é muito apreciada e ele se torna alvo de caçadores.

Deixe uma resposta