Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Polícia Civil faz devassa no DMTU de Jacundá após denúncias de irregularidades

Os policiais investigam, inclusive, o caso de uma pessoa que, depois de falecida, “assinou” documento para liberação de veículo, fato noticiado pelo Blog do Zedudu

Desde às 6h da manhã desta quarta-feira (5), equipes da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas e Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRDP/DRCO), da Polícia Civil realizam buscas e apreensões no DMTU (Departamento Municipal de Trânsito Urbano) de Jacundá e residências de servidores públicos. A polícia investiga desvios de recursos públicos e corrupção no órgão da prefeitura, bem como liberação irregular de veículos pela utilização de fraudes por particulares e agentes de trânsito.

As denúncias chegaram à unidade policial por meio do Disque Denúncia (181), momento em que foi designada equipe policial para apurar o fato. A partir dos elementos de prova arrecadados, a polícia indiciará os autores dos fatos criminosos, apontando materialidade e autoria, bem como minudenciando a participação de cada um dos participantes da empreitada criminosa.

Essa é apenas a primeira fase da operação policial denominada “Inocentes”, esclarece o delegado Carlos Vieira, titular da delegacia especializada. A delegada Rafaella Cabral foi designada para atuar no feito e depois de analisados os objetos apreendidos e colhidos os depoimentos que ocorrerão ainda hoje, na Delegacia de Polícia Civil da cidade, poderá representar por novas medidas cautelares, como também iniciar novas investigações.

Veja também:  Polícia prende empresária e ex-secretário de obras de Redenção que eram considerados foragidos

“Até o momento se verificaram que alguns veículos foram retirados do pátio de retenção do Departamento de Trânsito com documentos de propriedade de pessoa falecida, além de desmonte de outros veículos sob a responsabilidade de servidores do órgão”, antecipa o delegado.

A ação policial conta com a participação de integrantes da Delegacia de Defraudações Públicas, unidades da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, Seccional Urbana de Tucuruí e da Delegacia de Goianésia do Pará.

Nota da prefeitura de Jacundá.

A prefeitura de Jacundá esclarece que os arquivos alvos das buscas e apreensões da Operação “Inocentes” deflagrada nesta manhã do dia 05 de dezembro de 2018, são referentes à período anterior da atual gestão, vinculadas ao departamento de Trânsito de Jacundá.

O prefeito, Ismael Barbosa, diz que assim que a prefeitura for notificada, oficialmente, medidas administrativas serão tomadas.

A Prefeitura de Jacundá tem colaborado com as operações facilitando o trabalho da polícia e da justiça.

Deixe uma resposta